Pular para o conteúdo principal

2022: NOVOS E ANTIGOS NOMES ARTICULAM CANDIDATURAS À ASSEMBLEIA LEGISLATIVA EM CHAPADINHA E REGIÃO


Políticos e jornalistas só pensam naquilo: a próxima eleição. Os mandatos dos prefeitos eleitos no ano passado mal começaram e os grupos políticos já se preparam para medir forças na disputa pelas cadeiras dos deputados estaduais do Maranhão. Vejamos a situação dos principais nomes olhando a briga:

Aluizio Santos: O articulador político do governo municipal não esconde sua pretensão e usa a mini-prefeitura instalada no antigo comitê de Belezinha para preparar sua pré-candidatura. Principal liderança do PL na região, Aluizio conta com a simpatia do deputado federal Josimar de Maranhãozinho e, segundo seus aliados, de 80% do grupo da prefeita. Projeta-se que ele partiria, em Chapadinha, dos 12.400 votos que Belezinha teve em 2018.

Karoll Pontes: Carismática, a primeira-filha também é cogitada para a disputa. Teria quase todas as vantagens de Aluizio, além da simpatia do eleitor evangélico e uma relação inquebrantável com a mãe prefeita. Filiada ao antigo PRB, é mais próxima ao vice-governador Carlos Brandão e pode ganhar força se as investigações contra Josimar o tirarem da disputa pelos Leões.

Paulo Neto: Da coalizão que elegeu Belezinha há ainda o deputado Paulo Neto tentando renovar seu mandato. PN foi derrotado ano passado em Mata Roma, Anapurus, Buriti, Brejo… enfim, em todas as Prefeituras, com exceção de Chapadinha. Também é próximo ao vice-governador e espera que ele garanta para si apoios suficientes quando Flávio Dino se desincompatibilizar para disputar o Senado. É filiado ao DEM, mas deve trocá-lo por uma legenda que apoie Brandão.

Iracema Vale: A ex-prefeita de Urbano Santos fez o sucessor em seu município, reelegeu o esposo em Belágua e ajudou na mais surpreende eleição da região, em São Benedito. Tem bases consolidadas ainda em Santa Quitéria, Barreirinhas, Codó, São Jose de Ribamar e outros municípios. Articulou quase 15 mil votos para Paulo Neto em 2018 e espera retribuição do apoio desta vez, mas sem comprar briga por isso. Se estiverem juntos são quase imbatíveis, mas separados os dois ainda têm boas chances. Muito próxima ao deputado federal Aluisio Mendes, do PSC, ela ainda não tem definição sobre o partido pelo qual disputaria a eleição.

Rafael Leitoa: O líder do governo na Assembleia passa por um calvário político. Além de ter rompido com seu grupo em Timon, onde teve 27 mil votos na eleição passada, foi derrotado na eleição municipal em bases importantes como Coelho Neto (4 mil votos em 2018). Desgastou-se com o PDT depois de ter anunciado apoio a Duarte Jr no segundo turno da eleição em São Luís e deve trocar de partido legenda. Surgiu em Chapadinha apoiando a candidatura de Higor Almeida, que já anunciou que retribuirá agora o apoio.

Marcos Caldas: Com o apoio de vários prefeitos na região, o “Play” vai para a disputa em condições melhores do que nas eleições anteriores. Filiado ao PDT, é um dos políticos mais próximos a Weverton Rocha em todo o estado, e o favoritismo do senador na disputa pelos Leões pode lhe ajudar ainda mais. Ajudou na campanha de Higor Almeida à Prefeitura e pode ter uma fatia do seu eleitorado.

Thaiza Hortegal: Outro nome que apoiou Higor, a deputada Thaiza Hortegal está se mudando para Chapadinha e deve passar a ter o Baixo Parnaíba como principal base em busca da reeleição. Filha do ex-vice-prefeito Dr. Talvane Hortegal e da ex-vereadora Licinha Aguiar, ela teve 3 mil votos aqui em 2018 e conta com a assessoria política de Isamara Menezes, filha do ex-prefeito Isaías Fortes.

Magno Bacelar: A insistência de levar a candidatura até o final sabendo que estava apenas ajudando a eleição de Belezinha deve servir para alguma coisa. Apesar de agirem como se nunca mais fossem participar de eleição por aqui, Magno e sua esposa devem escolher alguém para representá-los no ano que vem. Com os problemas jurídicos do casal ainda sem solução definitivas, as opções variam desde nomes de fora, como Ana do Gás, até alguém daqui, como o vereador Junior Carneiro, eleito e reeleito com mais de mil votos e bem identificado com o eleitorado do grupo.

Aldy Jr: Um dos homens de confiança do deputado Juscelino Filho, o advogado Aldy Jr sempre tem o nome lembrado para ser indicado pelo DEM para algum cargo federal ou para concorrer nas disputas eleitorais. Mantendo coeso o grupo que apoiou sua candidatura à Prefeitura, não está descartada a possibilidade de ele entrar na disputa do ano que vem.

ANÁLISE

O quadro político com muitas candidaturas continua favorecendo a grupo da prefeita e aponta que ninguém saiu das eleições do ano passado com liderança estabelecida para representar o contraponto à sua gestão.

A vinda da deputada Thaiza Hortegal em definitivo para Chapadinha, a entrada no jogo de Iracema Vale e o aumento da participação de Marcos Caldas por aqui são três movimentações a se observar durante a pré-campanha, além das possíveis operações da Polícia Federal.

Olhando de hoje, podemos prever até quatro nomes com chance real de eleição na região.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be