Pular para o conteúdo principal

2022: NOVOS E ANTIGOS NOMES ARTICULAM CANDIDATURAS À ASSEMBLEIA LEGISLATIVA EM CHAPADINHA E REGIÃO


Políticos e jornalistas só pensam naquilo: a próxima eleição. Os mandatos dos prefeitos eleitos no ano passado mal começaram e os grupos políticos já se preparam para medir forças na disputa pelas cadeiras dos deputados estaduais do Maranhão. Vejamos a situação dos principais nomes olhando a briga:

Aluizio Santos: O articulador político do governo municipal não esconde sua pretensão e usa a mini-prefeitura instalada no antigo comitê de Belezinha para preparar sua pré-candidatura. Principal liderança do PL na região, Aluizio conta com a simpatia do deputado federal Josimar de Maranhãozinho e, segundo seus aliados, de 80% do grupo da prefeita. Projeta-se que ele partiria, em Chapadinha, dos 12.400 votos que Belezinha teve em 2018.

Karoll Pontes: Carismática, a primeira-filha também é cogitada para a disputa. Teria quase todas as vantagens de Aluizio, além da simpatia do eleitor evangélico e uma relação inquebrantável com a mãe prefeita. Filiada ao antigo PRB, é mais próxima ao vice-governador Carlos Brandão e pode ganhar força se as investigações contra Josimar o tirarem da disputa pelos Leões.

Paulo Neto: Da coalizão que elegeu Belezinha há ainda o deputado Paulo Neto tentando renovar seu mandato. PN foi derrotado ano passado em Mata Roma, Anapurus, Buriti, Brejo… enfim, em todas as Prefeituras, com exceção de Chapadinha. Também é próximo ao vice-governador e espera que ele garanta para si apoios suficientes quando Flávio Dino se desincompatibilizar para disputar o Senado. É filiado ao DEM, mas deve trocá-lo por uma legenda que apoie Brandão.

Iracema Vale: A ex-prefeita de Urbano Santos fez o sucessor em seu município, reelegeu o esposo em Belágua e ajudou na mais surpreende eleição da região, em São Benedito. Tem bases consolidadas ainda em Santa Quitéria, Barreirinhas, Codó, São Jose de Ribamar e outros municípios. Articulou quase 15 mil votos para Paulo Neto em 2018 e espera retribuição do apoio desta vez, mas sem comprar briga por isso. Se estiverem juntos são quase imbatíveis, mas separados os dois ainda têm boas chances. Muito próxima ao deputado federal Aluisio Mendes, do PSC, ela ainda não tem definição sobre o partido pelo qual disputaria a eleição.

Rafael Leitoa: O líder do governo na Assembleia passa por um calvário político. Além de ter rompido com seu grupo em Timon, onde teve 27 mil votos na eleição passada, foi derrotado na eleição municipal em bases importantes como Coelho Neto (4 mil votos em 2018). Desgastou-se com o PDT depois de ter anunciado apoio a Duarte Jr no segundo turno da eleição em São Luís e deve trocar de partido legenda. Surgiu em Chapadinha apoiando a candidatura de Higor Almeida, que já anunciou que retribuirá agora o apoio.

Marcos Caldas: Com o apoio de vários prefeitos na região, o “Play” vai para a disputa em condições melhores do que nas eleições anteriores. Filiado ao PDT, é um dos políticos mais próximos a Weverton Rocha em todo o estado, e o favoritismo do senador na disputa pelos Leões pode lhe ajudar ainda mais. Ajudou na campanha de Higor Almeida à Prefeitura e pode ter uma fatia do seu eleitorado.

Thaiza Hortegal: Outro nome que apoiou Higor, a deputada Thaiza Hortegal está se mudando para Chapadinha e deve passar a ter o Baixo Parnaíba como principal base em busca da reeleição. Filha do ex-vice-prefeito Dr. Talvane Hortegal e da ex-vereadora Licinha Aguiar, ela teve 3 mil votos aqui em 2018 e conta com a assessoria política de Isamara Menezes, filha do ex-prefeito Isaías Fortes.

Magno Bacelar: A insistência de levar a candidatura até o final sabendo que estava apenas ajudando a eleição de Belezinha deve servir para alguma coisa. Apesar de agirem como se nunca mais fossem participar de eleição por aqui, Magno e sua esposa devem escolher alguém para representá-los no ano que vem. Com os problemas jurídicos do casal ainda sem solução definitivas, as opções variam desde nomes de fora, como Ana do Gás, até alguém daqui, como o vereador Junior Carneiro, eleito e reeleito com mais de mil votos e bem identificado com o eleitorado do grupo.

Aldy Jr: Um dos homens de confiança do deputado Juscelino Filho, o advogado Aldy Jr sempre tem o nome lembrado para ser indicado pelo DEM para algum cargo federal ou para concorrer nas disputas eleitorais. Mantendo coeso o grupo que apoiou sua candidatura à Prefeitura, não está descartada a possibilidade de ele entrar na disputa do ano que vem.

ANÁLISE

O quadro político com muitas candidaturas continua favorecendo a grupo da prefeita e aponta que ninguém saiu das eleições do ano passado com liderança estabelecida para representar o contraponto à sua gestão.

A vinda da deputada Thaiza Hortegal em definitivo para Chapadinha, a entrada no jogo de Iracema Vale e o aumento da participação de Marcos Caldas por aqui são três movimentações a se observar durante a pré-campanha, além das possíveis operações da Polícia Federal.

Olhando de hoje, podemos prever até quatro nomes com chance real de eleição na região.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB). Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente. Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dia

ORINALDO ANUNCIA ROMPIMENTO COM MAGNO E APOIO A HIGOR ALMEIDA

O ex-vereador Orinaldo Araújo, esposo da vereadora Missecley, gravou hoje mensagem para anunciar seu desligamento do grupo político do prefeito Magno Bacelar. Ao lado de três dos seus quatro filhos Orinaldo afirmou que ainda não conversou com o Higor Almeida, mas apoiará sua candidatura. “É o que candidato que representa realmente aquilo que a gente pensa, aquilo que a gente quer pro nosso município”, afirmou. Havia chamado a atenção do meio político as ausências de Orinaldo e Missecley do primeiro comício de campanha do prefeito, realizado no bairro em que eles moram e têm forte base eleitoral. A insegurança jurídica da candidatura do prefeito e o forte desgaste apresentado nas pesquisas de opinião devem gerar novas adesões nos próximos dias.