Pular para o conteúdo principal

Josemar imita sua afilhada


O deputado federal Josemar de Maranhão (PL) foi alvo de mandados de busca e apreensão da Operação Descalabro, da Polícia Federal, e se posicionou há pouco nas redes sociais. A nota lembra publicação recente da sua afilhada política, a prefeita eleita de Chapadinha Ducilene Belezinha, por focar no detalhe e deixar de lado o principal.

Na nota o deputado diz que “o montante em espécie que foi encontrado em seu poder são oriundos (sic) de sua atividade pecuária e empresarial” e ainda que “não existe nenhuma irregularidade já que o montante sequer ultrapassa o teto, informado à Receita, por meio da Declaração do Imposto 2020”. Mas ele não é acusado por ter dinheiro vivo guardado, isto não é crime. Aliás, estas imagens só servem para fazer espetáculo e desviar do que é mais importante.

A Polícia Federal acusa Josemar de participar de um esquema de desvio de dinheiro público através das suas emendas parlamentares em parceria com seus prefeitos aliados. A investigação da PF teria conseguido não apenas constatar os desvios, como também acompanhar os saques e realizar o registro de áudio e vídeo da distribuição dos valores no escritório do parlamentar.

Falta de aviso não foi

Durante o processo eleitoral, este blog falou sobre Josemar e se baseou nas palavras do deputado Aluísio Mendes, que afirmou entender de bandido. “Quando bati o olho no senhor Josemar soube que se tratava de um dos maiores bandidos da região”, afirmou o parlamentar.

O vídeo, que a prefeita eleita tentou censurar por meio da Justiça Eleitoral, ainda trazia a fala de um aliado de Josemar afirmando que as prefeituras controladas pelo seu grupo produziam dinheiro para ele dia 10, dia 20 e dia 30, numa referência aos dias em que o governo federal faz as transferências obrigatórias. Relembre:



Inocente até que se prove o contrário

Apesar da operação da PF vir confirmar o que há muito se suspeitava, o deputado deve ter seu direito de defesa respeitado e todas as demais garantias previstas em lei para que as investigações e eventuais processos ocorram da maneira correta.

Operação Eleitoral agora?

O deputado Josemar afirma há vários anos sua intenção de disputar o governo do estado, mas ninguém deve deixar de ser investigado por ser pré-candidato a cargo algum. Se a operação tivesse intenção eleitoral, ela teria acontecido há mais de um mês, antes dele eleger 40 prefeitos só pelo seu partido.

Defesa a postos

Apesar do silêncio da prefeita eleita sobre a operação policial, não faltam membros do seu grupo político na internet se prestando ao papel de defensores de Josemar. Parece que a briga pelas vagas na Prefeitura está quente.

Deputado Aluizio

Mais ligado a Josemar do que a própria prefeita eleita, o articulador político Aluizio Santos acompanha com a atenção os desdobramentos e já prestou solidariedade ao "grande amigo e político". Josemar forte em 2022 é um dos principais elementos que favorecem uma possível candidatura sua à Assembleia Legislativa, mas isso, como dizem, é assunto para outro texto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

AS REVELAÇÕES DA FOLHA DE PAGAMENTOS DA PREFEITURA

Com alguns meses de atraso, a Prefeitura de Chapadinha publicou as primeiras folhas de pagamento da gestão da prefeita Belezinha e tem muita informação boa ali para fazer futrica, mas este espaço não se dedica a isso. Os mais afoitos defensores do governo podem ser identificados na lista com os próprios nomes ou de parentes próximos. Alguns deles já devem estar comentando este texto nas redes sociais antes de lê-lo. Não importa. São pequenos, como a maioria das boquinhas que conseguiram. E, além do mais, ninguém acreditava que eles cantavam “eles gostam da mamadinha” durante a campanha eleitoral sem saber que era exatamente disso que eles estavam em busca. É assim mesmo. A guerra no Whatsapp geralmente acontece com "mamadores" apontando "desmamados" A folha está encharcada de cabos eleitorais e ex-candidatos? Sim. Parentes de vereadores e suplentes? Também. Há ainda "anomalias curiosas", como a do Técnico em Imobilização contratado pelo Hapa com salári

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela