Pular para o conteúdo principal

BELEZINHA SE FAZ DE BESTA PARA GARANTIR SUPER REAJUSTE

Depois de dias em silêncio sobre o projeto que pretende reajustar o salário que receberá a partir do mês que vem, a prefeita eleita Ducilene Belezinha se pronunciou ontem nas redes sociais para desmentir o que ninguém afirmou.

A nota da empresária afirma que ela teria sido apontada como autora do projeto que tramita na Câmara Municipal sem dizer onde alguém teria dito isso. O projeto, como se sabe, é da mesa diretora da Câmara, assinado pelas vereadoras reeleitas Nildinha Teles e Professora Vera.


As parlamentares deram à futura prefeita uma oportunidade de ouro que ela fez questão de desperdiçar. Eleita sem a maioria dos votos, Ducilene seria elogiada até por adversários se tivesse se posicionado contra o aumento e declarasse que abre mão de qualquer reajuste, mas preferiu fugir da questão central para atacar adversários.

O reajuste que ela receberá se o projeto entrar em vigor será maior que o valor integral do que ela classifica como “super salário” dos outros.

 

ABRIR MÃO PRA VALER

No seu governo anterior, Belezinha chegou a reduzir o próprio salário. O anúncio feito em outubro de 2015 foi cumprido até fevereiro de 2016.

Outubro/2015

Em março, sem estardalhaço, ela retornou o valor do próprio salário para R$ 16 mil.


Fevereiro/2016


Março/2016

 

MAGNO REDUZIU

Eleito em 2016, Magno Bacelar entrou em contato com os vereadores da época e pediu que o próprio salário fosse reduzido em 30%. Durante todo o mandato o prefeito recebeu R$ 11.700.

Para alcançar o valor de R$ 18 mil, Belezinha receberá R$ 6.300 a mais que Magno, um reajuste de 53,8% enquanto o salário dos servidores seguirá congelado.

 

ILEGALIDADE

A defasagem no salário do prefeito, do vice-prefeito e principalmente dos secretários municipais deveria ter sido corrigida há muito tempo, mas os projetos em tramitação possuem, pelo menos, dois vícios legais.

O artigo 21 da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei complementar nº 101/2000) determina que “é nulo de pleno direito: II - o ato de que resulte aumento da despesa com pessoal nos 180 dias anteriores ao final do mandato do titular de Poder”. A menos de um mês do final do mandato atual, o projeto não será sancionado sem posterior contestação judicial.

Já a Lei Complementar 173/2020, que possibilitou os municípios receberem auxílio do governo federal para enfrentar a pandemia da Covid-19, trouxe como contrapartida a proibição de reajuste de salários.

No seu artigo 8º a lei afirma que “os Municípios afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19 ficam proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de: I - conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos e militares”.

A lei não prevê exceção para professores, para servidores da saúde no enfrentamento para à Covid, para nenhum trabalhador. Por que os únicos com reajuste devem ser a prefeita, o vice e os secretários? Que diferença esses R$ 6 mil podem fazer pra ela?

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha (Sindchap) elegerá nova direção no próximo fim de semana e ainda não houve pronunciamento sobre o tema da atual direção, nem das chapas que participarão da disputa. 


Ainda há tempo para a prefeita eleita descer do palanque se posicionar da maneira correta sobre este tema.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

AS REVELAÇÕES DA FOLHA DE PAGAMENTOS DA PREFEITURA

Com alguns meses de atraso, a Prefeitura de Chapadinha publicou as primeiras folhas de pagamento da gestão da prefeita Belezinha e tem muita informação boa ali para fazer futrica, mas este espaço não se dedica a isso. Os mais afoitos defensores do governo podem ser identificados na lista com os próprios nomes ou de parentes próximos. Alguns deles já devem estar comentando este texto nas redes sociais antes de lê-lo. Não importa. São pequenos, como a maioria das boquinhas que conseguiram. E, além do mais, ninguém acreditava que eles cantavam “eles gostam da mamadinha” durante a campanha eleitoral sem saber que era exatamente disso que eles estavam em busca. É assim mesmo. A guerra no Whatsapp geralmente acontece com "mamadores" apontando "desmamados" A folha está encharcada de cabos eleitorais e ex-candidatos? Sim. Parentes de vereadores e suplentes? Também. Há ainda "anomalias curiosas", como a do Técnico em Imobilização contratado pelo Hapa com salári

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela