Pular para o conteúdo principal

VEM AÍ AS PRIMEIRAS PESQUISAS ELEITORAIS E NÓS JÁ SABEMOS O RESULTADO

Esta semana será movimentada pela provável divulgação de duas pesquisas eleitorais em Chapadinha, dos institutos DataM e Escutec, e o nervosismo já toma conta de quem achava que a eleição estava decidida. O resultado será uma briga entre os grupos políticos para descredibilizar uma, outra ou as duas. 



A pesquisa da Escutec foi contratada pela JG Midia, Assessoria, Consultoria e Eventos. A empresa foi aberta no dia 30 de julho deste ano com capital social de R$ 5.000 e já contratou a pesquisa no valor de R$ 8.000

Segundo o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, o telefone de contato a empresa é o mesmo do blogueiro James Galvão, irmão do coordenador de campanha de Belezinha, Peres Galvão. O blog tentou contato com o número antes da publicação da matéria, a mensagem foi visualizada, o conteúdo não foi desmentido, mas depois da matéria ir ao ar o blogueiro utilizou-se do mesmo número de telefone para negar a propriedade da empresa em grupos de Whatsapp. O endereço eletrônico registrado é "contato@portalJG.com.br", do PortalJG e o endereço físico é no Residencial Primavera Turu, Rua E, Nº 9.


Já a pesquisa da DataM foi contratada por um blogueiro sem atividade política em Chapadinha. Trata-se de Alpanir Mesquita, de Vargem Grande, com forte atuação em São Luís e próximo a deputados estaduais e costumam acompanhar a dinâmica política de vários municípios.



Ainda assim, os apoiadores de Belezinha estão tentando tirar credibilidade da DataM antes mesmo do resultado. Para isso, apontam que no seu registro constam os bairros Vila Samara e São Lourenço. Acontece que a DataM já realizou consultas eleitorais em dezenas de município nesta campanha e é comum que aconteçam erros de digitação no preenchimento de alguma formalidade, mas se isso servir para cancelar a pesquisa deve-se observar que a data de término da pesquisa Escutec é 30 de outubro! Levando à risca o critério da turma que está nervosa, a pesquisa deles só poderia ser divulgada no mês que vem.

 

QUESTIONÁRIO ULTRAPASSADO

Se a pesquisa Escutec não é antiga, quem formulou o seu questionário anda muito desatualizado do cenário político de Chapadinha. No único cenário estimulado pesquisado o instituto incluiu os nomes do vice-prefeito Talvane Hortegal e da candidata a vereador Mônica da Saúde.


O questionário da DataM é mais amplo. Pergunta-se pela avaliação dos governos federal, estadual e município, a intenção de voto para prefeito e vereador, a rejeição dos candidatos, a expectativa de vitória de cada um, a possibilidade de mudança de voto e a perspectiva para a sucessão estadual em 2022.


Em que pese o fato da pesquisa DataM restringir-se à zona urbana, ela é quem poderá dar uma melhor ideia de como a dinâmica eleitoral tem evoluído em Chapadinha.

 

RECORDAR É VIVER

A pesquisa que apontava vitória de Belezinha em 2016 espalhada na cidade de madrugada

Em 2016 a então prefeita Belezinha reagiu às pesquisas que apontavam sua derrota espalhando de madrugada o resultado de uma pesquisa contratada por pessoas próximas que lhe mostrava a frente dos adversários.

A artimanha foi denunciada, Belezinha acordou com a Polícia Federal (foto) na sua porta investigando o caso, 12 horas depois a Justiça Eleitoral mandou suspender a divulgação e alguns dias depois as urnas confirmaram sua derrota.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que não te disseram sobre a "farra dos contracheques"

Enquanto a gritaria tomava conta das redes sociais, me dediquei a estudar a folha de pagamento da Prefeitura de Chapadinha e verifiquei alguns dados que precisam ser esclarecidos.
Primeiro, nenhum vigia “recebe” R$ 6 mil. O presente do indicativo é usado para demonstrar ação continuada. E o vigia Marcelo Costa Abreu, segundo este mesmo Portal da Transparência que serve de fonte para pinçar informações pela metade e causar alvoroço, tem um salário de R$ 1.247,50. Nos meses de Setembro e Outubro ele recebeu gratificações para compensar outros serviços que ele teria prestado à administração municipal, segundo relato dele mesmo em áudio que circula nos grupos de WhatsApp.
A realização destes trabalhos deve ser atestada, mas essa checagem desmonta a tese segunda qual ele receberia um grande salário para dividir com um ex-prefeito e um vereador.
Outro dado que tem aparecido de maneira muito distorcida é a lotação de todos os servidores como funcionários do gabinete do prefeito. Na verdade…

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB).
Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente.Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dias.…

ORINALDO ANUNCIA ROMPIMENTO COM MAGNO E APOIO A HIGOR ALMEIDA

O ex-vereador Orinaldo Araújo, esposo da vereadora Missecley, gravou hoje mensagem para anunciar seu desligamento do grupo político do prefeito Magno Bacelar.Ao lado de três dos seus quatro filhos Orinaldo afirmou que ainda não conversou com o Higor Almeida, mas apoiará sua candidatura. “É o que candidato que representa realmente aquilo que a gente pensa, aquilo que a gente quer pro nosso município”, afirmou.Havia chamado a atenção do meio político as ausências de Orinaldo e Missecley do primeiro comício de campanha do prefeito, realizado no bairro em que eles moram e têm forte base eleitoral.A insegurança jurídica da candidatura do prefeito e o forte desgaste apresentado nas pesquisas de opinião devem gerar novas adesões nos próximos dias.