Pular para o conteúdo principal

Prefeitura com mais verbas, contratados ainda sem salário


Apesar da crise de saúde pública, o município de Chapadinha continua recebendo recursos do governo federal para manter os salários em dia. Esta é a conclusão que chegamos ao analisar os números disponíveis no Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil.

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) transferiu para os cofres da Prefeitura mais de 25 milhões de reais (R$ 25.428.087,96) nos quatro primeiros meses do ano. A cifra é 17,09% maior do que o valor recebido no mesmo período de 2019, que já apresentava crescimento de 23,6% em relação ao ano anterior.

Este blog não costuma usar números soltos de maneira sensacionalista. É necessário ler e interpretar com noção de proporção. Será se este valor é realmente grande? Será se é suficiente? Sim. Segundo o próprio prefeito em entrevista ao portal Papo Cidade a folha salarial mensal da Secretaria de Educação, comandada agora pela sua irmã, é de R$ 4.235.649,79. Ou seja, o valor que o município recebeu a mais neste ano (veja tabela abaixo) seria suficiente para pagar mais um mês aos funcionários da pasta.

R$ 4,2 milhões a mais no Fundeb deste ano

Na contramão disso, foi feita uma “revisão”, segundo o prefeito, e salários foram cortados. Gestores e supervisores tiveram vencimentos reduzidos e vários professores contratados alegam não terem recebido nenhum centavo, criando ainda mais tensão em meio à pandemia do Covid-19.

A oposição protesta contra a medida. “Uma tremenda irresponsabilidade que inicia com a ex-secretária Vânia Cristina que saiu da pasta e não concluiu a folha de pagamento dos contratados. Os professores contratados receberam seu último salário em dezembro de 2019 e após o início das aulas em 2020, até a presente data, não há nenhuma manifestação por parte do prefeito Magno e muito menos da nova secretária de educação. Secretária essa que não há nenhuma manifestação oficial de quem seja, sabemos apenas nos bastidores que é a irmã do prefeito.”, declarou o vereador Alberto Carlos (PL) em contato com o blog.

Citada pelo parlamentar, a ex-secretária Vânia Cristina se defende. “A última folha que eu fiz foi do mês de março, na folha de abril era para todos os contratados serem pagos porque eles começaram a trabalhar dia 9 de março, eu deixei a relação completa para ajudar a organização da nova secretária com a comissão de folha e a Administração.”, afirma.

Apesar do prefeito ter dito que os professores contratados também seriam pagos na última quinta-feira (30), eles guardam esperança de receber pelo menos até o 5º dia útil, como fora anunciado anteriormente. 
  
FPM e Saúde
O aumento dos recursos municipais não se apresenta apenas no Fundeb. Os R$ 11.786.263,04 recebidos pelo Fundo de Participação do Município até abril é 0,6% maior do que o valor recebido no mesmo período do ano passado. Considerando os quase R$ 170 mil enviados como Apoio Financeiro aos Municípios o crescimento aumenta para 2,1%.

R$ 240 mil a mais com livre destinação

Na Saúde o aumento é maior do que o conhecido. O governo transferiu fundo a fundo nos quatro primeiros meses de 2020 um valor acumulado de R$ 8.818.176,46 para custeio e investimento, 35,2% mais do que no passado. O crescimento se dá exatamente devido à crise sanitária usada como justificativa para dificuldades administrativas.

O repasse inicial para enfrentamento do coronavírus (R$ 181.659,00) foi acrescido por um repasse extra do valor Média e Alta Complexidade em abril (R$ 1.054.959,31) e ainda outros R$ 500.000,00 como “Incremento Temporário ao Custeio dos Serviços de Atenção Básica em Saúde”, além de aumentos devidos à produtividade.

A justificativa para não pagar os salários terá que ser outra, não falta de dinheiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

PREFEITURA INFORMA: VACINAÇÃO ATRASADA EM CHAPADINHA

Sábado meio-dia. Fim de expediente no comércio e quem ainda não foi pro interior está se preparando para o descanso merecido. Foi neste momento a Prefeitura de Chapadinha foi às redes sociais publicar informações sobre a vacinação no município e acabou revelando dados preocupantes. Já se suspeitava que os números não seriam positivos desde o dia em que o governo do estado liberou do uso de máscaras os moradores de municípios com mais de 70% de vacinação. A ausência de Chapadinha da lista era um sinal e a confirmação veio neste final de semana. Segundo o texto veiculado pela Prefeitura, apenas 60% dos adultos estariam vacinados no município e, ainda assim, este número considera os maiores de 18 anos. O índice usado pelo governo estadual considera a vacinação dos maiores de 12 anos. Mais gente para ser considerada faz com que o percentual seja, na verdade, ainda menor. Para efeito de comparação, a Áustria vive agora sua maior onda de mortes por ser o país com menor vacinação na Eur