Pular para o conteúdo principal

Prefeitura com mais verbas, contratados ainda sem salário


Apesar da crise de saúde pública, o município de Chapadinha continua recebendo recursos do governo federal para manter os salários em dia. Esta é a conclusão que chegamos ao analisar os números disponíveis no Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil.

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) transferiu para os cofres da Prefeitura mais de 25 milhões de reais (R$ 25.428.087,96) nos quatro primeiros meses do ano. A cifra é 17,09% maior do que o valor recebido no mesmo período de 2019, que já apresentava crescimento de 23,6% em relação ao ano anterior.

Este blog não costuma usar números soltos de maneira sensacionalista. É necessário ler e interpretar com noção de proporção. Será se este valor é realmente grande? Será se é suficiente? Sim. Segundo o próprio prefeito em entrevista ao portal Papo Cidade a folha salarial mensal da Secretaria de Educação, comandada agora pela sua irmã, é de R$ 4.235.649,79. Ou seja, o valor que o município recebeu a mais neste ano (veja tabela abaixo) seria suficiente para pagar mais um mês aos funcionários da pasta.

R$ 4,2 milhões a mais no Fundeb deste ano

Na contramão disso, foi feita uma “revisão”, segundo o prefeito, e salários foram cortados. Gestores e supervisores tiveram vencimentos reduzidos e vários professores contratados alegam não terem recebido nenhum centavo, criando ainda mais tensão em meio à pandemia do Covid-19.

A oposição protesta contra a medida. “Uma tremenda irresponsabilidade que inicia com a ex-secretária Vânia Cristina que saiu da pasta e não concluiu a folha de pagamento dos contratados. Os professores contratados receberam seu último salário em dezembro de 2019 e após o início das aulas em 2020, até a presente data, não há nenhuma manifestação por parte do prefeito Magno e muito menos da nova secretária de educação. Secretária essa que não há nenhuma manifestação oficial de quem seja, sabemos apenas nos bastidores que é a irmã do prefeito.”, declarou o vereador Alberto Carlos (PL) em contato com o blog.

Citada pelo parlamentar, a ex-secretária Vânia Cristina se defende. “A última folha que eu fiz foi do mês de março, na folha de abril era para todos os contratados serem pagos porque eles começaram a trabalhar dia 9 de março, eu deixei a relação completa para ajudar a organização da nova secretária com a comissão de folha e a Administração.”, afirma.

Apesar do prefeito ter dito que os professores contratados também seriam pagos na última quinta-feira (30), eles guardam esperança de receber pelo menos até o 5º dia útil, como fora anunciado anteriormente. 
  
FPM e Saúde
O aumento dos recursos municipais não se apresenta apenas no Fundeb. Os R$ 11.786.263,04 recebidos pelo Fundo de Participação do Município até abril é 0,6% maior do que o valor recebido no mesmo período do ano passado. Considerando os quase R$ 170 mil enviados como Apoio Financeiro aos Municípios o crescimento aumenta para 2,1%.

R$ 240 mil a mais com livre destinação

Na Saúde o aumento é maior do que o conhecido. O governo transferiu fundo a fundo nos quatro primeiros meses de 2020 um valor acumulado de R$ 8.818.176,46 para custeio e investimento, 35,2% mais do que no passado. O crescimento se dá exatamente devido à crise sanitária usada como justificativa para dificuldades administrativas.

O repasse inicial para enfrentamento do coronavírus (R$ 181.659,00) foi acrescido por um repasse extra do valor Média e Alta Complexidade em abril (R$ 1.054.959,31) e ainda outros R$ 500.000,00 como “Incremento Temporário ao Custeio dos Serviços de Atenção Básica em Saúde”, além de aumentos devidos à produtividade.

A justificativa para não pagar os salários terá que ser outra, não falta de dinheiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

PACIENTES E PROFISSIONAIS DA SAÚDE RELATAM COLAPSO NA UPA DE CHAPADINHA

Os últimos dias têm sido de exaustão para quem está trabalhando na linha de frente do combate à Covid em Chapadinha. Profissionais da UPA relatam que a unidade entrou em colapso, os leitos estão lotados, pacientes aguardando nos corredores e os funcionários se sentindo impotentes diante o quadro. “Imagina o que é você se doar, prestar um serviço, ver gente morrendo todo dia e as pessoas continuarem suas vidas aglomerando”, desabafou um deles em rede social. Com quadro reduzido de funcionários, os servidores buscam fazer o que é possível, mas as dificuldades estão aumentando num grau insuportável. Enquanto isso pipocam nas redes sociais fotos e vídeos de pacientes e acompanhantes denunciando os problemas que estão enfrentando, principalmente com falta de médicos para atender a demanda crescente. A escala publicada pela Prefeitura mostra o quanto tem sido exigido dos profissionais. Apenas um médico por dia, sendo ora Dr. Kingsley Ifly, que na mesma data atende no HAPA , ora o Dr. Felipe

EXPOSTA A MÁQUINA DE COMPRA DE APOIOS DE BELEZINHA

Quem dizia que já estava com a eleição decidida abriu a carteira para tentar vencer na força do dinheiro.  O Blog do Alexandre Pinheiro publicou uma séria de mensagens e áudios envolvendo personagens da campanha da ex-prefeita Belezinha que explicam as últimas declarações de apoio à candidata. Leia aqui a matéria. Só sorrisos Denunciada à Polícia por ter tentado comprar o apoio do candidato a vereador Lucídio Santos por R$ 5 mil, Belezinha tem alegado ter sido alvo de uma armação, mas os diálogos expostos agora comprovam que a iniciativa de negociar com ele partiu de um dos seus partidários presente na foto que anunciava a adesão de Lucídio. (Áudios no final deste texto) Nos áudios o candidato chega a descartar a possibilidade de acordo (vídeo 1), mas o articulador Aluízio Santos insiste em conversar pessoalmente e noutro momento Lucídio aparece agradecendo a Shicleiton Sousa (vídeo 2) pelos R$ 5 mil posteriormente entregues à Polícia. Sem imagens e com áudio de pouca qualidade,