Pular para o conteúdo principal

Câmara debate reforma na legislação de horários de festas



O plenário da Câmara de Vereadores sediou nesta quinta-feira (21) audiência pública que tratou das leis que regulamentam os horários de funcionamento de bares, festas e os sons automotivos no município.

As galerias estiveram lotadas de moradores e promotores de eventos que colocaram suas opiniões e foram ouvidos pelos vereadores e demais autoridades presentes.

O promotor Dr. Carlos Rafael Bulhões iniciou os debates afirmando que solicitou da Câmara a realização da audiência devido a quantidade de reclamações que o Ministério Público tem recebido sobre a quantidade e a extensão das festas, além do volume dos sons emitidos nestes ambientes. Na avaliação do promotor, as reclamações diminuiriam se fosse diminuída uma hora na autorização das festas.

Atualmente, as festas e bares podem funcionar de domingo a quinta-feira até meia noite e nas sextas-feiras e sábados até 2h da madrugada seguinte. Restaurantes e lanchonetes não têm horário determinado para fechar, desde suspendam a venda de bebidas alcoólicas neste mesmo horário.

A proposta deverá ser analisada pelos vereadores em projeto de lei ainda a ser apresentado. A reformulação da legislação deverá tratar também da quantidade de festas autorizadas no mesmo dia e o uso de paredões de som na zona urbana e na zona rural.

“Há seis meses a reclamação era muito maior. Nós aprovamos uma lei que melhorou e se ainda houver abuso vamos ajustar a legislação para que o direito ao lazer e o direito ao sossego possam ser respeitados”, defendeu o vereador Júnior Carneiro (PV).

Compareceram à audiência o secretário de Meio Ambiente Edgerson Cunha, o comandante do 16ª BPM Ten. Cel. Jaldemir Andrade, o delegado da Polícia Civil Fábio Aragão, o advogado Oberdan Galvão representando a OAB, o comandantes Jackson Chevalier, da 5ª CI do Corpo de Bombeiros, e o comandante Cunha, da Guarda Civil Municipal, além dos membros do Conselho Tutelar e outras autoridades.

“Estamos cumprindo nosso papel como Casa do Povo ao reunir diferentes seguimentos para discutir tema relevante para a convivência no município. Assim faremos os ajustes que forem necessários”, afirmou a presidente da Câmara vereadora Professora Vera.






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB). Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente. Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dia

ORINALDO ANUNCIA ROMPIMENTO COM MAGNO E APOIO A HIGOR ALMEIDA

O ex-vereador Orinaldo Araújo, esposo da vereadora Missecley, gravou hoje mensagem para anunciar seu desligamento do grupo político do prefeito Magno Bacelar. Ao lado de três dos seus quatro filhos Orinaldo afirmou que ainda não conversou com o Higor Almeida, mas apoiará sua candidatura. “É o que candidato que representa realmente aquilo que a gente pensa, aquilo que a gente quer pro nosso município”, afirmou. Havia chamado a atenção do meio político as ausências de Orinaldo e Missecley do primeiro comício de campanha do prefeito, realizado no bairro em que eles moram e têm forte base eleitoral. A insegurança jurídica da candidatura do prefeito e o forte desgaste apresentado nas pesquisas de opinião devem gerar novas adesões nos próximos dias.