Pular para o conteúdo principal

Abrimos as contas da Câmara e descobrimos a verdade sobre lanches e outros contratos


A Câmara Municipal de Chapadinha virou alvo de várias matérias nos últimos dias sobre gastos com lanches. O assunto ganhou repercussão até em outras cidades e não faltou nem aquelas charges para nós rirmos um pouco, mas nosso compromisso é com a informação precisa e ao invés de tratar dos valores que constam nas licitações (previsões que nunca se confirmam) o Blog do Braga foi buscar as prestações de contas da Casa com os recursos que foram efetivamente gastos e traz aqui para você.

A empresa Dilton de Lima Machado – ME e a Câmara firmaram contratos para o fornecimento de lanches (bolos, pães, salgadinhos, refrigerantes etc.) e gêneros alimentícios (café, chá, açúcar, leite, biscoito, água mineral etc.) nos anos de 2017 e 2018. Dos R$ 205 mil (R$ 205.959,30) que causaram manchetes, o valor efetivamente gasto foi R$ 75 mil (R$ 75.183,55), ou seja 36% do valor. Em dois anos isto dá uma média de R$ 3.132,65 por mês.


Apesar da empresa ser conhecida como Pão Dourado ela também está registrada para o “Comércio Varejista de produtos saneantes domissanitários”, segundo seu Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e também forneceu nestes dois primeiros anos os materiais de limpeza da Câmara Municipal. Mais uma vez encontramos uma grande diferença entre o valor licitado e aquilo que foi efetivamente pago. Apesar dos contratos serem de R$ 174 mil (174.198,35) o que saiu das contas públicas foi R$ 39 mil (R$ 39.366,52), apenas 22,6% do valor previsto. Média mensal de R$ 1.640,27.


 Todos estes dados podem ser confirmados no site chapadinha.ma.leg.br. No menu lateral, abaixo de “Transparência” há a opção “Receitas e Despesas”. Todas as licitações, os contratos, os valores efetivamente pago estão disponíveis para qualquer pessoa.


Licitação deserta em 2019 
A Câmara ainda não tem contrato para fornecimento destes bens para o ano de 2019. Não apareceram empresas interessadas nestes contratos, apesar das licitações terem sido anunciadas em Diário Oficial.

Diminuição dos valores
Todos as licitações de 2018 apresentaram valor bem abaixo de 2017. De material de limpeza, por exemplo, o contrato diminuiu de R$ 117 mil no primeiro ano para R$ 56 mil no segundo diante um gasto de R$ 24 mil.

O outro lado
Contatamos a presidente da Casa, professora Vera, para tratar do assunto. A vereadora lamentou ter que buscar a Justiça para esclarecer informações que estão disponíveis para qualquer pessoa no portal de transparência, mas disse que o fez em defesa da instituição. “Sete vereadores assinaram documento concordando com a nossa reação e outro registrou comigo o boletim de ocorrência porque sabem que a nossa gestão é séria e transparente. Eu acredito que as pessoas que publicaram essas falsidades vão se retratar antes que o processo vá mais adiante, mas a verdade tem que ser restabelecida de qualquer maneira”, afirmou em contato telefônico.

A presidente ainda lembrou que a Câmara realiza campanhas de doação de sangue duas vezes por ano recebendo várias pessoas e fornecendo estes lanches para os doares, além de eventos públicos com coffee break.

Lição
Pela milésima vez: Valor de licitação não é gasto público!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

PREFEITURA INFORMA: VACINAÇÃO ATRASADA EM CHAPADINHA

Sábado meio-dia. Fim de expediente no comércio e quem ainda não foi pro interior está se preparando para o descanso merecido. Foi neste momento a Prefeitura de Chapadinha foi às redes sociais publicar informações sobre a vacinação no município e acabou revelando dados preocupantes. Já se suspeitava que os números não seriam positivos desde o dia em que o governo do estado liberou do uso de máscaras os moradores de municípios com mais de 70% de vacinação. A ausência de Chapadinha da lista era um sinal e a confirmação veio neste final de semana. Segundo o texto veiculado pela Prefeitura, apenas 60% dos adultos estariam vacinados no município e, ainda assim, este número considera os maiores de 18 anos. O índice usado pelo governo estadual considera a vacinação dos maiores de 12 anos. Mais gente para ser considerada faz com que o percentual seja, na verdade, ainda menor. Para efeito de comparação, a Áustria vive agora sua maior onda de mortes por ser o país com menor vacinação na Eur