Pular para o conteúdo principal

Flávio Dino não está para brincadeira


O Nordeste brasileiro é a região com o maior número de estados. Havia outras 8 capitais para os governadores se reunirem, mas São Luís foi a cidade escolhida para a fundação do consórcio que reúne agora as nove unidades da federação.

O governador Flávio Dino vai se consolidando como a principal liderança política da região onde o presidente Jair Bolsonaro perdeu a eleição de 2018 e a possibilidade de uma candidatura sua ao Palácio do Planalto é cada vez mais real.

Depois de derrotar e devastar o grupo político do ex-presidente José Sarney, Dino faz o governo com mais realizações no estado desde o próprio Sarney (1965-1970) e tem um céu de brigadeiro à sua frente para o segundo mandato. Na Assembleia Legislativa viu a oposição encolher para apenas 3 dos 42 deputados, elegeu 12 dos 18 deputados federais do Maranhão e os três senadores do estado (um, rompido, saiu minúsculo da última eleição).

Dino montou o secretariado com nomes técnicos e da sua estrita confiança nos cargos chave, o que lhe dá liberdade de deixar a gestão em modo automático e cuidar de fazer política. No cálculo para a construção de sua candidatura presidencial, adicione ao presente positivo o passado de quem foi juiz federal aprovado em primeiro lugar e deputado federal de um único e marcante mandato.

Agora considere o futuro imediato. Lula está e continuará preso. Irrevogavelmente interditado para a disputa eleitoral. O PT de Haddad e o PDT de Ciro Gomes seguem focados na lavagem de roupa suja pública motivada por mágoas nascidas na última eleição. E Flávio Dino passa ao largo fazendo política num partido que não tem estrela maior, com convites de outras legendas e sem perder uma oportunidade de se contrapor ao governo Bolsonaro.

Em 2002, Roseana Sarney era a segunda colocada nas simulações de primeiro turno e vencia Lula na simulação de segundo turno quando uma operação da Polícia Federal abortou sua candidatura presidencial. Se outro ex-juiz federal, o hoje ministro Sérgio Moro, não voltar a usar a PF para tirar adversários do páreo, o governador Flávio Dino tem tudo para construir uma candidatura presidencial viável.

Foto: (Antônio Cruz/Agência Brasil)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que não te disseram sobre a "farra dos contracheques"

Enquanto a gritaria tomava conta das redes sociais, me dediquei a estudar a folha de pagamento da Prefeitura de Chapadinha e verifiquei alguns dados que precisam ser esclarecidos.
Primeiro, nenhum vigia “recebe” R$ 6 mil. O presente do indicativo é usado para demonstrar ação continuada. E o vigia Marcelo Costa Abreu, segundo este mesmo Portal da Transparência que serve de fonte para pinçar informações pela metade e causar alvoroço, tem um salário de R$ 1.247,50. Nos meses de Setembro e Outubro ele recebeu gratificações para compensar outros serviços que ele teria prestado à administração municipal, segundo relato dele mesmo em áudio que circula nos grupos de WhatsApp.
A realização destes trabalhos deve ser atestada, mas essa checagem desmonta a tese segunda qual ele receberia um grande salário para dividir com um ex-prefeito e um vereador.
Outro dado que tem aparecido de maneira muito distorcida é a lotação de todos os servidores como funcionários do gabinete do prefeito. Na verdade…

PRIMEIRA CHAPA CONFIRMADA: HIGOR E MARCELO MARINHEIRO

Nem o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19 freou as articulações políticas. Respeitando as restrições e orientações da Organização Mundial da Saúde, o empresário Higor da Universidade Infantil e o vereador Marcelo Marinheiro se encontraram na manhã desta segunda-feira (30) e definiram que formarão chapa visando as pré-candidaturas a prefeito e vice-prefeito de Chapadinha nas eleições de 2020.
Em contato com o Blog do Braga, a dupla afirmou que já vinha conversando nas últimas semanas e que tomaram a decisão após análise das últimas pesquisas de intenção de voto, que indicariam a viabilidade da composição.
Em meio às incertezas jurídicas de outros concorrentes, Chapadinha ganha a primeira chapa 100% definida e ficha-limpa para as próximas eleições. Após o término do período de isolamento social proposto pela OMS os pré-candidatos informarão o calendário de eventos destinados à propagação das suas plataformas políticas.
“Por enquanto, nos cabe apenas desejar a todos mui…

Prefeitura com mais verbas, contratados ainda sem salário

Apesar da crise de saúde pública, o município de Chapadinha continua recebendo recursos do governo federal para manter os salários em dia. Esta é a conclusão que chegamos ao analisar os números disponíveis no Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil.
O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) transferiu para os cofres da Prefeitura mais de 25 milhões de reais (R$ 25.428.087,96) nos quatro primeiros meses do ano. A cifra é 17,09% maior do que o valor recebido no mesmo período de 2019, que já apresentava crescimento de 23,6% em relação ao ano anterior.
Este blog não costuma usar números soltos de maneira sensacionalista. É necessário ler e interpretar com noção de proporção. Será se este valor é realmente grande? Será se é suficiente? Sim. Segundo o próprio prefeito em entrevista ao portal Papo Cidade a folha salarial mensal da Secretaria de Educação, comandada agora pela sua irmã, é de R$ 4.235.649,79. Ou seja, o valor que o município r…