Pular para o conteúdo principal

Secretário e Vereadores Trocam Acusações em Rede Social

Briga pode respingar no prefeito

O modelo de governo Bolsonaro com confusão em WhatsApp e lavagem de roupa suja na frente de todo mundo parece que se instalou pra valer em Chapadinha.

Ontem (16), há poucas horas do Sarau de Marchinhas de Carnaval organizado pela Secretaria de Cultura, o vereador Junior Carneiro postou em rede social um questionamento dando a entender que havia muito dinheiro em vão na Cultura e que o recurso seria melhor investido na Saúde.

O secretário de Cultura Djonnes Lima (Edfarma) não gostou e respondeu que um dos motivos da crítica do parlamentar seria a decisão de não alugar mais para os eventos da Secretaria os banheiros químicos de propriedade do vereador. Segundo o Edfarma, eles seriam caros e de péssima qualidade.

A briga parecia encerrada aí quando o líder do governo, vereador Nonato Baleco, saiu em defesa do outro parlamentar considerando desmedida a reposta do secretário. “Junior Carneiro emitiu sua opinião sobre a utilização de recursos públicos. (...) Quem exerce cargo público está sujeito a críticas”, afirmou.

Foi o suficiente para a ira do secretário se voltar em direção a Baleco e começar um bate-boca a nível de qualquer 5ª série com termos como babões, babacas, otários, Zé ruelas, panacas, até chegar em “sugador de dinheiro público”. Aí a coisa ficou séria.

Baleco lembrou o período em que o secretário havia deixado o cargo e passado a criticar o prefeito afirmando que a volta dele ao governo se deu “na velha e pura chantagem” e o secretário respondeu que o episódio teria acontecido para ele receber um dinheiro que teria investido enquanto Baleco jogava sujo para “sugar o capim público”.

A discussão que já era pública em rede social tomou as ruas quando o secretário pegou o microfone no evento pré-carnavalesco e voltou a criticar os parlamentares, sem citar seus nomes. Entre as críticas aos vereadores o secretário elencou o voto deles no projeto do governo que reajustou Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

Com a cabeça mais fria o secretário Edfarma lamentou os desabafos públicos e virtuais, mas reafirmou que não contratará mais os banheiros químicos que seriam do vereador Junior Carneiro. Segundo o mesmo, os eventos da Secretaria de Cultura estão sendo realizados com ajuda da iniciativa privada local, inclusive da sua loja de acessórios de celular.
  
Resposta de Baleco
O vereador Nonato Baleco afirmou ao Blog que tomara medidas como parlamentar com base em pelo menos três declarações dadas pelo secretário durante a discussão. “Primeiro ele diz que votamos contra o povo porque aprovamos projeto de autoria do governo que ele compõe. Segundo, se ele diz que o Junior Carneiro alugava a preço muito caro banheiro químico para a Prefeitura ele está acusando o prefeito, não só o Junior Carneiro. E terceiro, que dinheiro é esse que ele investiu e precisa chantagear para receber de volta? Foi na campanha? Ele tá comprando as atrações e revendendo?”, questionou.

O caso mais grave é o dos banheiros químicos. De acordo com a Lei Orgânica do Município, vereadores são proibidos de fornecer para o poder público local. Confirmada a contratação pela prefeitura de banheiros químicos de um parlamentar, principalmente sendo ele cunhado do prefeito, o caso pode parar na Justiça. O Blog não conseguiu contato com o vereador Junior Carneiro até a publicação deste texto.

Também não tem respaldo legal o uso de dinheiro privado em eventos públicos com posterior ressarcimento.

Sarau de Marchinhas
Confusões a parte, o evento realizado na Praça Coronel Luís Vieira foi mais um sucesso da Secretaria de Cultura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be