Pular para o conteúdo principal

Requerimento Informação e Convocação De Secretário Votados Na Câmara



Os vereadores Nonato Baleco e Junior Carneiro subiram à tribuna da Câmara Municipal para tratar da polêmica que os envolveu com o secretário de Cultura Djonnes Lima, presente na galeria da Casa durante os discursos.

Primeiro a falar, Junior Carneiro afirmou que antes de vereador é cidadão e tem o direito de se manifestar. Segundo o parlamentar, a publicação que iniciou a briga era uma defesa da decisão do governo de não investir volume relevante de recursos públicos na realização do carnaval e priorizar a saúde pública.

Contra as críticas recebidas em áudios do secretário, o vereador fez um levantamento das ações realizadas por ele no mandato, inclusive a apresentação do “Projeto Prata da Casa”, que obriga a Prefeitura a contratar artistas locais nos eventos culturais realizados no município.

O Nonato Baleco subiu à tribuna em seguida e reafirmou a defesa do vereador Junior Carneiro e a confiança que ele não forneceu para a Prefeitura. A maior prova disso seria que ele votou favoravelmente ao requerimento de informação apresentado pela oposição e aprovado por unanimidade para obter as licitações dos eventos realizados pela Secretaria de Cultura.

Apesar de afirmar a intenção de colocar um ponto final na briga, o líder do governo não deixou de criticar o secretário. Lembrou que o mesmo admitiu chantagear o prefeito para “receber dinheiro investido” sem esclarecer quanto e onde esse dinheiro teria sido investido e reafirmou que na sua opinião Edfarma não tem preparo profissional e emocional para o cargo, mas nem por isso iria pedir que o prefeito o exonerasse.

Requerimento de informação rejeitado
Requerimento de convocação apresentado pela vereadora Missicley Araújo para o secretário se pronunciar na Câmara esclarecendo os fatos relacionados à discussão pública foi rejeitado por 7 a 6.

Além de MIssicley votaram favoravelmente os vereadores Alberto Carlos, Licinha Cardozo, Nildinha Teles, Tote, Neto Pontes. Votaram contra os vereadores Junior Carneiro, Nonato, Marcely Gomes, Marcelo Menezes, Luis Barbeiro, Netinho Gedeão e Marcelo Aguiar. O vereador Itamar Macedo não estava presente e a presidente Professora Vera não votou em respeito ao Regimento Interno.

O secretário Edfarma reagiu à rejeição da sua convocação em rede social dizendo que era “uma vergonha...” e deu a entender que a confusão ainda não acabou ao afirmar que o vereador Junior Carneiro ainda terá de dar explicações sobre áudios que ele teria guardado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

PREFEITURA INFORMA: VACINAÇÃO ATRASADA EM CHAPADINHA

Sábado meio-dia. Fim de expediente no comércio e quem ainda não foi pro interior está se preparando para o descanso merecido. Foi neste momento a Prefeitura de Chapadinha foi às redes sociais publicar informações sobre a vacinação no município e acabou revelando dados preocupantes. Já se suspeitava que os números não seriam positivos desde o dia em que o governo do estado liberou do uso de máscaras os moradores de municípios com mais de 70% de vacinação. A ausência de Chapadinha da lista era um sinal e a confirmação veio neste final de semana. Segundo o texto veiculado pela Prefeitura, apenas 60% dos adultos estariam vacinados no município e, ainda assim, este número considera os maiores de 18 anos. O índice usado pelo governo estadual considera a vacinação dos maiores de 12 anos. Mais gente para ser considerada faz com que o percentual seja, na verdade, ainda menor. Para efeito de comparação, a Áustria vive agora sua maior onda de mortes por ser o país com menor vacinação na Eur