Pular para o conteúdo principal

Magno Confirma 31ª Mudança No Secretariado

Gilson e Geraldo Gomes (pai e tio do novo secretário) na residência do prefeito Magno Bacelar

O prefeito Magno Bacelar anunciou hoje (10) a nomeação do suplente de vereador e presidente municipal do PTB George Gomes para o cargo de secretário de Turismo do município. Com isso, a gestão chega à marca de 31 alterações no secretariado em pouco mais de dois anos.

As mudanças já aconteceram em quase todas as pastas. A Educação começou com a primeira-dama Danúbia Carneiro, que teve anunciada como substituta a professora Wandrian Lima, hoje secretária de Urbanismo, e dois meses depois a professora Vânia Cristina.

Mesmo exonerada da Educação depois de questionamento do Ministério Público por nepotismo, a primeira-dama assumiu a Assistência Social, lugar antes ocupado pela esposa do deputado Levi Pontes, Isalena Aguiar, e pela professora Wegilla Viana.

Na Saúde, o primeiro secretário foi o sobrinho do prefeito, o enfermeiro Mozart Barcelar Junior, substituído por Mônica Pontes, ex-secretária de Finanças. Para Finanças foi nomeada a servidora Wanda Silva.

A Administração começou nas mãos do ex-vereador e advogado Aldy Saraiva Junior, substituído por Ana Villela e Jesus Lima. Na Cultura, o atual secretário é o mesmo que foi empossado no dia 2 de janeiro de 2017, mas por um período ele foi substituído por Janilde Lobo.

Para a Secretaria de Obras foi anunciado o professor Telmo José, que não chegou a ser nomeado por motivos burocráticos. O engenheiro Beto Dantas assumiu o cargo que logo entregou, sendo substituído pelo jovem engenheiro Nick Macklewre.

Outro nome anunciado e não nomeado foi o da vereadora Marcely Gomes para a Secretaria de Indústria e Comércio. Com a desistência dela chegou a ser anunciado o nome do ex-vereador Irmão Carlos, mas a também ex-vereadora Irmã Hilda Pontes foi quem ficou no cargo.

Irmão Carlos foi nomeado há algumas semanas para a secretaria de Agricultura no lugar antes ocupado por outro suplente de vereador, Josenildo Garreto.

O vereador Junior Carneiro chegou a se despedir da Câmara para assumir a Secretária de Compras e Licitações, mas desistiu da nomeação para o cargo hoje ocupado pela servidora Caydilene Aragão. Quem chegou a deixar a Câmara por um curto período foi a vereadora Marcely Gomes, que assumiu a Articulação Política por um mês.

A Comunicação foi exercida pelo editor deste Blog, Luiz Eduardo Braga, pela blogueira Naiane Rodrigues e hoje pelo jornalista Alexandre Pinheiro. No Trabalho, Leda Burett substituiu Jefferson Aguiar e no Esporte Carlos Silva (Pezão) substituiu Gadieggo Almeida.

Anunciado secretário de Juventude, o ex-candidato a vereador Jorge Gomes não chegou a exercer o cargo, para o qual foi nomeada há poucos dias a esposa do vereador Luis Barbeiro, Joseane Rodrigues.

Outra esposa que esteve no secretariado foi do vice-prefeito Talvane Hortegal. Lara Furtado era a secretária da Mulher até o rompimento dele com a gestão e foi substituída por Tacilla Meira.

A Controladoria do Município, antes comandada por Marcos Melo, passou para as mãos do também técnico Raul Vitor. E a Chefia de Gabinete, cargo com status de secretário, já foi exercida por Quércia Pinto, Tacilla Meira, Leda Burett e agora Valdir Neto.

Na Procuradoria do Município o Dr. Felipe Lima substituiu o também advogado Lúcio Henrique e no Meio Ambiente Edgerson Cunha foi nomeado para o lugar de Eduardo Sá. 

Com tanta alteração, vale registrar que apenas as Secretarias de Igualdade Racial e Agricultura Familiar não sofreram alteração até hoje.

As mudanças se deram por vários motivos. Algumas foram tentativas de o prefeito mostrar desejo de melhorar o governo, outras foram frutos de rompimentos, desistências, escolhas equivocadas.

O anúncio de hoje, reaproximando antigos aliados que estavam afastados há mais de uma década, demonstra interesse em aglutinar outras forças política. Resta saber o povo não enxerga tanta alteração na equipe como sinal de falta de rumo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que não te disseram sobre a "farra dos contracheques"

Enquanto a gritaria tomava conta das redes sociais, me dediquei a estudar a folha de pagamento da Prefeitura de Chapadinha e verifiquei alguns dados que precisam ser esclarecidos.
Primeiro, nenhum vigia “recebe” R$ 6 mil. O presente do indicativo é usado para demonstrar ação continuada. E o vigia Marcelo Costa Abreu, segundo este mesmo Portal da Transparência que serve de fonte para pinçar informações pela metade e causar alvoroço, tem um salário de R$ 1.247,50. Nos meses de Setembro e Outubro ele recebeu gratificações para compensar outros serviços que ele teria prestado à administração municipal, segundo relato dele mesmo em áudio que circula nos grupos de WhatsApp.
A realização destes trabalhos deve ser atestada, mas essa checagem desmonta a tese segunda qual ele receberia um grande salário para dividir com um ex-prefeito e um vereador.
Outro dado que tem aparecido de maneira muito distorcida é a lotação de todos os servidores como funcionários do gabinete do prefeito. Na verdade…

PRIMEIRA CHAPA CONFIRMADA: HIGOR E MARCELO MARINHEIRO

Nem o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19 freou as articulações políticas. Respeitando as restrições e orientações da Organização Mundial da Saúde, o empresário Higor da Universidade Infantil e o vereador Marcelo Marinheiro se encontraram na manhã desta segunda-feira (30) e definiram que formarão chapa visando as pré-candidaturas a prefeito e vice-prefeito de Chapadinha nas eleições de 2020.
Em contato com o Blog do Braga, a dupla afirmou que já vinha conversando nas últimas semanas e que tomaram a decisão após análise das últimas pesquisas de intenção de voto, que indicariam a viabilidade da composição.
Em meio às incertezas jurídicas de outros concorrentes, Chapadinha ganha a primeira chapa 100% definida e ficha-limpa para as próximas eleições. Após o término do período de isolamento social proposto pela OMS os pré-candidatos informarão o calendário de eventos destinados à propagação das suas plataformas políticas.
“Por enquanto, nos cabe apenas desejar a todos mui…

Prefeitura com mais verbas, contratados ainda sem salário

Apesar da crise de saúde pública, o município de Chapadinha continua recebendo recursos do governo federal para manter os salários em dia. Esta é a conclusão que chegamos ao analisar os números disponíveis no Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil.
O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) transferiu para os cofres da Prefeitura mais de 25 milhões de reais (R$ 25.428.087,96) nos quatro primeiros meses do ano. A cifra é 17,09% maior do que o valor recebido no mesmo período de 2019, que já apresentava crescimento de 23,6% em relação ao ano anterior.
Este blog não costuma usar números soltos de maneira sensacionalista. É necessário ler e interpretar com noção de proporção. Será se este valor é realmente grande? Será se é suficiente? Sim. Segundo o próprio prefeito em entrevista ao portal Papo Cidade a folha salarial mensal da Secretaria de Educação, comandada agora pela sua irmã, é de R$ 4.235.649,79. Ou seja, o valor que o município r…