Pular para o conteúdo principal

Ela Tá Voltando Igualzinha


As pesquisas que circulam nos bastidores da política chapadinhense são unânimes: Belezinha lidera a disputa pela Prefeitura e se o TSE não a tirar da disputa vai ser difícil evitar que ela seja novamente eleita para o cargo de onde saiu escorraçada.

A certeza da vitória a tem afastado de antigos aliados para evitar despesas e o silêncio tem sido sua maior arma. Assim como antes da candidatura a deputada estadual, a ex-prefeita permanece distante do dia a dia da política municipal apostando na mesma tática vitoriosa em 2016.

“O governo está fazendo a campanha dela. Ela vai aparecer em cima da hora sem gastar um centavo pra ser eleita como Magno na última eleição”, avalia um membro do seu grupo político preocupado com o caminho que está sendo percorrido.

O que chateou a ex-prefeita

Nesta madrugada (23), contudo, a ex-prefeita demonstrou que a distância do poder não lhe ensinou as razões da derrota. O blogueiro Ismael Leon dialogava com leitores no grupo de WhatsApp “Portal do Maranhão” e afirmou sobre Belezinha que “o problema dela foi não trabalhar o lado político e as obras que fazia era ‘funil’ (empresa dela, material dela, tudo ela fornecia)”.

Ao receber o print da conversa, ela enviou mensagem para o mesmo, já depois de meia noite, dizendo que gostaria que ele tivesse mais atenção no que escreve “para depois não ter problemas”.

Reação desmedida e fora de hora
Ouvido, o blogueiro afirmou que entendeu a mensagem como intimidação e ameaça por se tratar de uma pessoa que tem a fama de perseguidora. “Ninguém sabe do que esse povo, que tem muito dinheiro e só pensa em poder, é capaz de fazer”, afirmou.

Recentemente, este blog tratou da maneira com a qual a marca de “funil” grudou no governo Belezinha e não é necessário, por enquanto, voltar ao tema. O que causa espanto é que as mesmas atitudes que impediram sua reeleição além do próprio funil permaneçam até hoje.

Perder tempo tomando satisfação por causa de conversa em WhatsApp é algo pequeno demais para quem já foi e pretende voltar a ser prefeita de um município do porte de Chapadinha. Se há calúnia, injúria e/ou difamação, a Justiça é um caminho legítimo, mas todos sabem que quem escolhe participar da vida pública se torna alvo de críticas.

Se hoje muita gente se pergunta a razão de Dr Magno ter voltado a concorrer à Prefeitura, também é de se questionar desde já se Belezinha não pretende sentar de novo na cadeira para cometer os mesmos erros do passado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

RECIBO: Após Onda Rosa, Belezinha parte para o ataque contra Thaiza

Se alguém tinha dúvida sobre incômodo da prefeita Belezinha com a candidatura da deputada Thaiza Hortegal, acabou hoje. Bastou passar a ressaca pelo sucesso da Onda Rosa que seus aliados inundaram os grupos de WhatsApp com um áudio editado do final do evento que parou a cidade. A preocupação não é pra menos. Seu candidato a deputado estadual tinha a ilusão que seria o único nome da cidade disputando os votos chapadinhense e contava com isso para conquistar uma das 42 vagas da Assembleia Legislativa. Em recente reunião com apoiadores, chegaram a afirmar que ele precisava sair do município com 20 mil votos! Se depender disso, os concorrentes do PL podem comemorar. A disputa em Chapadinha será acirrada e polarizada entre Thaiza e Aluízio. Ele disputa sua primeira eleição, ela já vem com o histórico de uma deputada de mandato. Foi a sétima mais votada do estado, com 51.895 espalhados em 213 dos 217 municípios. Essa disputa está só começando!

Thaiza Hortegal busca campus da UEMA para Chapadinha

O curso de Medicina em Pinheiro também começou assim. Na manhã desta segunda-feira (18), a deputada estadual Thaiza Hortegal (PDT) foi recebida na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) para dialogar com o reitor Gustavo Costa sobre a possibilidade de implantação de um polo da universidade no município de Chapadinha (MA). A visita é uma das ações da parlamentar na busca por viabilizar o projeto, cujo pontapé inicial foi dado com a proposição da Indicação nº 4583/2022 na Assembleia Legislativa.  "Pode parecer um projeto ambicioso, pois, como nos contou o reitor, ninguém nunca havia feito esse pedido antes, mas acredito que temos que sonhar grande e lutar para que isso se torne realidade. Conhecemos a região de Chapadinha e Baixo Parnaíba e sabemos que há demanda por educação superior nesses locais. Para que haja mais desenvolvimento, precisamos investir em capacitação", defende Dra. Thaiza.  Durante a reunião, o reitor explicou as etapas para a criação de um novo polo e, a p