Pular para o conteúdo principal

Clássico De Futebol, Peça Sobre Jesus, Queijo Mineiro E Outros Patrimônios Culturais Imateriais



O deputado federal Sargento Pastor Isidoro (Avante-BA) causou polêmica ao apresentar como primeiro projeto desta legislatura a proposta de tornar a Bíblia Sagrada patrimônio cultural imaterial do Brasil, mas o que esses patrimônios?

Criada pela Unesco em 2003, essa categoria de patrimônios culturais é definida por cada país e abrange as expressões culturais e as tradições a serem guardadas para as gerações futuras.

Entre os bens já registrados como patrimônios imateriais no Brasil está até um clássico de futebol, o Re-Pa. O enfrentamento entre os clubes paraenses Remo e Paysandu é o único item relacionado a futebol na lista, mas não faltam festas.

O Galo da Madrugada está na lista junto com o samba de roda do Recôncavo Baiano, o Carimbó, o forró, o frevo e o maracatu. O Tambor de Crioula e as diferentes matrizes do samba do Rio de Janeiro (partido-alto, samba de terreiro e samba-enredo) também.

A culinária está presente com os bolos de Rolo e Souza Leão e até com modo artesanal de fazer queiro em Minas Gerais. De Minas ainda é considerado patrimônio imaterial o toque dos sinos das igrejas.

Várias manifestações religiosas como o Círio de Nazaré, a Festa do Divino em Pirinópolis (GO), o Teatro de Nova Jerusalém e a peça anual sobre a Paixão de Cristo, a missa do vaqueiro, a festa de Santana de Caicó (RN) também são patrimônio imaterial no Brasil.

Alguns ofícios como das baianas de Acarajé, das paneleiras de Goiabeiras (ES), das rendeiras de bilros, dos mestres oleiros e dos mestres de capoeira, assim como a própria roda de capoeira já estão na lista.

Outros itens já registrados são a dança de jongo, a feira de Caruaru (PE), o modo de fazer viola de cocho e até o Peteleco, personagem do ventríloquo Oscarino Farias, falecido em 2018. Os indígenas foram lembrados no registro da arte do povo Oiampis e na Cachoeira de Iauaterê, em São Gabriel da Cachoeira (AM), lugar sagrado para várias tribos.

E a Bíblia?
O Brasil tem a segunda maior população de cristão do mundo, a maior população de católicos, mas não é tradição criada aqui. A Bíblia é um conjunto de escrituras antigas acumuladas no decorrer de quase 2 mil anos na região que hoje conhecemos como Oriente Médio.

Escrita em hebraico, aramaico e grego, a Bíblia é o livro sagrado do cristianismo, que se tornou a religião oficial do Império Romano em 392 e se tornou dominante na Europa, inclusive entre aqueles que viriam a colonizar o Brasil e trazer para cá seus ensinamentos.

A inclusão ou não dá Bíblia entre os patrimônios imateriais brasileiros tem pouca consequência prática, até porque é um livro de valor histórico que estará preservado para gerações futuras independente disso, mas soa estranho pela origem das escrituras ser tão distante do Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be