Pular para o conteúdo principal

Top 20 prefeituráveis de 2020




Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.

É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:

Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.

Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais interessada do que o próprio marido em resgatar a imagem da gestão, mais enfrenta desgaste ainda maior da própria imagem. Com duas condenações no TCU, também enfrenta problemas jurídicos.

Junior Carneiro: Vereador mais votado do município e irmão da primeira-dama, ele não admite a intenção de concorrer por respeito aos líderes do grupo, mas é o nome mais lembrado para substituí-los.

Netinho Gedeão: Vereador atuante, Netinho tem feito em vários bairros ações de recuperação da infraestrutura urbana que seriam de obrigação do poder Executivo. Tem disposição para a disputa e boa relação com o prefeito e o deputado Levi Pontes.

Mônica Pontes: Nome de confiança do prefeito Magno Bacelar, Mônica comanda a Secretaria de Saúde no município sem perder o poder na Secretaria de Finanças. Jovem, evangélica e simples, ela poderia ser imposta ao grupo pelo prefeito como aconteceu em 2008 com o nome de Danúbia, mas nega qualquer intenção de concorrer. "Meu candidato é o prefeito Magno", declarou ao Blog.

Eduardo Sá: Antigo aliado do prefeito quando vereador e secretário municipal, o empresário que já ajudou o prefeito até financeiramente tem buscado independência da gestão depois de ver sua lealdade não ser reconhecida. Contra o candidato do prefeito (Victor Mendes), foi candidato a deputado federal formando um grupo que lhe coloca como um dos protagonistas nas articulações de 2020.

Fabyo Lima: Uma das poucas pessoas ainda ouvida pelo prefeito, o advogado Fábyo Lima não parece disposto a brigar com ninguém para ser candidato, mas é um nome técnico que o prefeito teria condição de apresentar para aliados e remontar a coalizão vencedora de 2016.

Paulo Neto: Deputado reeleito, Paulo Neto tem antigo desejo em disputar a prefeitura de Chapadinha. Articulado e corajoso, Paulo tem perfil populista e é um dos nomes que podem contar com o apoio do governador Flávio Dino, que não simpatiza com Magno nem Belezinha.

Levi Pontes: Mais ligado a Flávio Dino, o ainda deputado Levi Pontes teve mais votos do que Paulo Neto em Chapadinha e continuará sendo jogador importante da política municipal, se assim desejar. Se não for candidato, seu apoio pode ser decisivo para definir o vitorioso.

Talvane Hortegal: Político de longa carreira e médico de perfil popular, Talvane viu a filha ser eleita deputada estadual com votação acima do esperado em Chapadinha. É o vice-prefeito do município, apesar de ter rompido com a gestão logo no início. Pontua bem em pesquisas preliminares, mas ainda lhe falta grupo político para enfrentar a disputa.

Aldy Junior: Não esconde de ninguém o sonho de ser prefeito de Chapadinha. A pedido de candidatos a vereador do seu partido, o Dem, apoiou em 2016 Magno Bacelar, que não cumpriu o acordo de nomeá-lo secretário de Educação. Sempre deu boas votações para os deputados que apoiou e espera contar com os apoio do estadual Paulo Neto e do federal Jucelino Filho.

Vinicius Teles: Jovem empresário filho de família tradicional, Vinícius espera contar com o apoio do deputado estadual eleito Fernando Pessoa, que é seu primo.

Higor Almeida: Carismático, o professor Higor Almeida comanda a escola Universidade Infantil com trabalho que encanta os pais dos alunos e tem sido bem lembrado em enquetes virtuais.

Missecley Araújo: A vereadora Missecley Araújo tem como principais marcas a simplicidade e o cuidado com as pessoas. Teve votação acima do esperado na sua candidatura a deputada federal e ainda não decidiu se será candidata a prefeita.

Isaías Fortes: Ex-prefeito por dois mandatos e decisivo na eleição de outros dois prefeitos, Isaías deixará a condição de inelegível em janeiro de 2020, segundo o TCU. A fraca votação do seu candidato a deputado estadual e o desgaste no seu eleitorado depois da aliança com Magno Bacelar representam dois prejuízos, mas ele é um dos que aposta no apoio do governador para alavancar sua candidatura.

Aluizio Santos: Articulador político do governo Belezinha, Aluizio lidera parte do grupo que acompanha a ex-prefeita e tem a preferência de muitos para substituí-la caso ela seja convencida pela família a não enfrentar a disputa.

Belezinha: franca favorita, Belezinha teve votação histórica para deputada estadual e pode ser favorecida pelo mesmo fenômeno que a fez ser escorraçada da prefeitura: a vontade do povo demonstrar sua rejeição a quem está no governo.

Alberto Carlos: Como Belezinha e Aluizio ainda podem ser retirados da disputa pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) graças a processo de compra de votos no qual foram condenados em primeira instância e absolvidos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o líder da oposição na Câmara Municipal é um dos cogitados para substituí-los.

Ezequias Douglas: Candidato a vereador na última eleição e importante liderança evangélica da cidade, irmão Douglas é genro do pastor Elias, da Assembleia de Deus e considera a possibilidade de se lançar na disputa.

Karol Pontes: Filha de Belezinha, é lembrada por apoiadores da ex-prefeita como único nome capaz de engajá-la na disputa se a mesma estiver juridicamente interditada.

O Blog do Braga pretende publicar entrevistas com todos os nomes da lista em breve.

Comentários

Unknown disse…
BELEZINHA VAI SER A PRÓXIMO PREFEITA DE CHAPADINHA NÃO TEM PRA NINGUÉM VAI SER BELEZINHA DENOVO...
Marcelo Aguiar disse…
Marcelo Aguiar, candidato à prefeito claro que votaria nele.
Marcelo Aguiar disse…
Marcelo Aguiar, candidato à prefeito claro que votaria
Marcelo Aguiar disse…
Marcelo Aguiar, candidato à prefeito claro que votaria.

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

O que não te disseram sobre a "farra dos contracheques"

Enquanto a gritaria tomava conta das redes sociais, me dediquei a estudar a folha de pagamento da Prefeitura de Chapadinha e verifiquei alguns dados que precisam ser esclarecidos. Primeiro, nenhum vigia “recebe” R$ 6 mil. O presente do indicativo é usado para demonstrar ação continuada. E o vigia Marcelo Costa Abreu, segundo este mesmo Portal da Transparência que serve de fonte para pinçar informações pela metade e causar alvoroço, tem um salário de R$ 1.247,50. Nos meses de Setembro e Outubro ele recebeu gratificações para compensar outros serviços que ele teria prestado à administração municipal, segundo relato dele mesmo em áudio que circula nos grupos de WhatsApp. A tese de "rachadinha" cai por terra A realização destes trabalhos deve ser atestada, mas essa checagem desmonta a tese segunda qual ele receberia um grande salário para dividir com um ex-prefeito e um vereador. Outro dado que tem aparecido de maneira muito distorcida é a lotação de todos os

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB). Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente. Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dia