Pular para o conteúdo principal

Neto Pontes: "Dr Magno, preste atenção que o dinheiro é do povo"


O vereador Neto Pontes (SD) não economizou nas críticas ao governo municipal durante a sessão ordinária de hoje (27) da Câmara Municipal.

Segundo o parlamentar, o prefeito Magno Bacelar, que está em Brasília, tem se omitido das suas responsabilidades e a população cada vez mais tem feito o que seria obrigação do poder público. Um dos exemplos lembrados foi o conjunto de quebra-molas construído na avenida Ataliba Vieira de Almeida por meio da contribuição de comerciantes da região. “Chapadinha está quase virando um presépio de tanto a população fazer ‘vaquinhas’ para resolver problemas que a Prefeitura deveria estar resolvendo”, afirmou o parlamentar.

Lamentando ter feito parte da eleição do prefeito municipal, o vereador reclamou ainda da demora em entregar a reforma da rodoviária municipal, em obra há 277 dias, quando o prazo legal era de 90 dias, e o uso de madeira de péssima qualidade em reparos paliativos na ponte da Mangabeira. “Eu trabalho com madeira na Gincol e posso afirmar que aquela madeira usada ali apodrece na primeira chuva”, alertou.

O discurso se encerrou com um alerta: "Quero dar um recado para o prefeito: Olhe o que o senhor está fazendo, Dr Magno, porque o dinheiro é do povo!".


Iluminação pública

A vereadora Nildinha Teles (PRB) apresentou requerimento pedindo a melhoria da iluminação pública na rua Benjamin Ferreira. O pedido foi aprovado por unanimidade e fez o vereador Marcelo Menezes (PRP) sugerir uma reunião de todos os parlamentares com o prefeito para tratar da iluminação em todo o município.

Sem diálogo

A vereadora Marcely Gomes (PP) afirmou que o diálogo entre os poderes deveria partir do Executivo. “O governo deveria procurar esta Casa para dizer a verdade sobre quando vai iluminar as ruas ou se vai deixar no escuro e o porquê, mas só reagem depois que o problema já existe”, lamentou a mesma.

Obras parlamentares

O vereador Netinho Gedeão (PV) lamentou não poder fazer mais pela infraestrutura do município. “O certo é que todo vereador tivesse uma verba para destinar para estas melhorias, mas não tem nenhum bairro que não tenha recebido uma ajuda minha nestes quase dos anos de mandato”, lembrou.

Asfalto para Novo Castelo e Recanto dos Pássaros

A presidente da Câmara, vereadora Professora Vera (PTB), registrou encontro que teve com o secretário estadual de Articulação Política, deputado eleito Márcio Jerry, em busca de asfalto para os bairros onde ela mais recebeu votos nas eleições de 2016. Ele afirmou que não descansará enquanto não conseguir.

Educação na mira da oposição

O vereador Alberto Carlos (PR) criticou a justificativa apresentada pela secretária de Educação para atrasar o pagamento dos servidores contratados da pasta. “Culpar o 13º dos efetivos não tem sentido porque todos os anos esse pagamento tem que acontecer, o atraso aconteceu por falta de planejamento da gestão”, afirmou.

O líder da oposição ainda criticou a diferença entre os calendários letivos da zona urbana e da zona rural e rejeitou de público a proposta que teria sido apresentada pelo líder do governo de votar em conjunto as três contas de gestão do prefeito Magno Bacelar que estão na Casa.

As críticas da oposição, contudo, pareceram pequenas diante o quanto o governo tem apanhado daqueles que seriam da base aliada da gestão na Câmara.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

PACIENTES E PROFISSIONAIS DA SAÚDE RELATAM COLAPSO NA UPA DE CHAPADINHA

Os últimos dias têm sido de exaustão para quem está trabalhando na linha de frente do combate à Covid em Chapadinha. Profissionais da UPA relatam que a unidade entrou em colapso, os leitos estão lotados, pacientes aguardando nos corredores e os funcionários se sentindo impotentes diante o quadro. “Imagina o que é você se doar, prestar um serviço, ver gente morrendo todo dia e as pessoas continuarem suas vidas aglomerando”, desabafou um deles em rede social. Com quadro reduzido de funcionários, os servidores buscam fazer o que é possível, mas as dificuldades estão aumentando num grau insuportável. Enquanto isso pipocam nas redes sociais fotos e vídeos de pacientes e acompanhantes denunciando os problemas que estão enfrentando, principalmente com falta de médicos para atender a demanda crescente. A escala publicada pela Prefeitura mostra o quanto tem sido exigido dos profissionais. Apenas um médico por dia, sendo ora Dr. Kingsley Ifly, que na mesma data atende no HAPA , ora o Dr. Felipe

EXPOSTA A MÁQUINA DE COMPRA DE APOIOS DE BELEZINHA

Quem dizia que já estava com a eleição decidida abriu a carteira para tentar vencer na força do dinheiro.  O Blog do Alexandre Pinheiro publicou uma séria de mensagens e áudios envolvendo personagens da campanha da ex-prefeita Belezinha que explicam as últimas declarações de apoio à candidata. Leia aqui a matéria. Só sorrisos Denunciada à Polícia por ter tentado comprar o apoio do candidato a vereador Lucídio Santos por R$ 5 mil, Belezinha tem alegado ter sido alvo de uma armação, mas os diálogos expostos agora comprovam que a iniciativa de negociar com ele partiu de um dos seus partidários presente na foto que anunciava a adesão de Lucídio. (Áudios no final deste texto) Nos áudios o candidato chega a descartar a possibilidade de acordo (vídeo 1), mas o articulador Aluízio Santos insiste em conversar pessoalmente e noutro momento Lucídio aparece agradecendo a Shicleiton Sousa (vídeo 2) pelos R$ 5 mil posteriormente entregues à Polícia. Sem imagens e com áudio de pouca qualidade,