Pular para o conteúdo principal

MERCADO MUNICIPAL: DEPÓSITO É OCUPADO POR FILHO DE VEREADORA ELEITA


Obras começaram ontem a tarde

A controvérsia tomou conta do pavilhão dos magarefes no Mercado Municipal de Chapadinha. 

Desde a inauguração do local, há mais de 25 anos, funciona no pavilhão um depósito de uso comum de todos os trabalhadores do setor, onde ficavam guardados refrigeradores, balanças, serras e outros utensílios usados para abastecer cada box de venda.

Ontem, o espaço começou a ser ocupado pelo empresário Manoel Batista Aguiar, filho da vereadora eleita Professora Vera. Batista, como é mais conhecido, mandou remover o portão e iniciou adaptações para montar ali um ponto de venda de frangos. 

O presidente do sindicato do magarefes, Anacleto Filho, protesta contra a ocupação. "Os magarefes não aceitariam nem um de nós ocupando aquele espaço, imagine alguém de fora", disse ao Blogue avisando que sua instituição já procura meios legais para impedir que a mudança vá a frente.

Batista, por sua vez, se diz legalmente amparado para ocupar o espaço. De posse de um termo de cessão de uso de bem imóvel público assinado pela prefeita municipal, o empresário justifica que a reforma do mercado deveria entregar o ponto preparado para ele instalar seu estabelecimento, mas como a obra continua parada ele resolveu fazê-la por conta própria. 

O termo de cessão assinado por ele e pela prefeita é datado do dia 1º de abril de 2016, mas teve o reconhecimento de firma no cartório de segundo ofício realizado apenas em 29 de novembro e tem vigência de 4 anos.

Novo depósito

Por solicitação da gestão municipal, o próprio empresário mandou construir uma parede de gesso no setor administrativo do mercado deixando o espaço reservado para ser utilizado como novo local de depósito dos magarefes.

Planta da reforma

No projeto de reforma do mercado municipal, o local cedido a Batista aparece descrito como depósito, assim como os dois pontos ao lado, já ocupados anteriormente como pontos de venda. "Se eu não pudesse, eles dois também não poderiam", protesta.

Vera nega envolvimento

Revoltados com a mudança em final de gestão, magarefes disseram ao Blogue acreditar que a cessão do espaço a Batista teria a intenção do governo conquistar o voto da sua mãe na eleição da mesa diretora da Câmara Municipal. 

Ouvida pelo Blogue, a vereadora eleita Professora Vera nega qualquer relação entre os assuntos. "Ele é meu filho, mas eu tenho minhas empresas e ele tem as deles", disse. Batista também demonstrou surpresa. "Eu saí de casa com 20 anos, tenho minhas próprias empresas, tudo que eu tenho conquistei com trabalho e nem em política eu me envolvo", desabafou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

AS REVELAÇÕES DA FOLHA DE PAGAMENTOS DA PREFEITURA

Com alguns meses de atraso, a Prefeitura de Chapadinha publicou as primeiras folhas de pagamento da gestão da prefeita Belezinha e tem muita informação boa ali para fazer futrica, mas este espaço não se dedica a isso. Os mais afoitos defensores do governo podem ser identificados na lista com os próprios nomes ou de parentes próximos. Alguns deles já devem estar comentando este texto nas redes sociais antes de lê-lo. Não importa. São pequenos, como a maioria das boquinhas que conseguiram. E, além do mais, ninguém acreditava que eles cantavam “eles gostam da mamadinha” durante a campanha eleitoral sem saber que era exatamente disso que eles estavam em busca. É assim mesmo. A guerra no Whatsapp geralmente acontece com "mamadores" apontando "desmamados" A folha está encharcada de cabos eleitorais e ex-candidatos? Sim. Parentes de vereadores e suplentes? Também. Há ainda "anomalias curiosas", como a do Técnico em Imobilização contratado pelo Hapa com salári

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela