Pular para o conteúdo principal

Carta aberta aos senadores do Maranhão

Aos senadores do Maranhão,

Edison Lobão,
João Alberto de Souza,
Roberto Coelho Rocha,


O Senado Federal decidirá nos próximos dias se afasta a presidente da República. O Brasil inteiro sabe que as razões deste processo não são pedaladas fiscais, decretos de suplementação orçamentária ou plano Safra. Se Dilma Rousseff for impedida de completar o seu mandato terá sido pelos seus erros políticos, mas a lei brasileira não diz que isso é motivo para cassar uma presidente.

Espera-se, portanto, que o Senado da Federal cumpra seu papel moderador, que pondere com equilíbrio e tome uma decisão de acordo com a Constituição que os senhores prometeram manter, defender e cumprir quando tomaram posse.

O maranhense tem bons motivos para acreditar que seus representantes votarão com a Constituição. Pela lealdade que marca a trajetória do senador Edson Lobão, pela firmeza com a qual o senador João Alberto tem se portado e pelo corajoso e técnico voto que o senador Roberto Rocha deu na prisão do senador Delcídio do Amaral.

Se ainda há alguma dúvida em Vossas Excelências, peço que não se contaminem pela campanha de ódio construída pela imprensa do Sul e se lembrem que, diferentemente do que eles dizem, não há pressão popular por esse impeachment.

Conforme foi ficando claro para o povo os interesses por trás desse processo, os institutos de pesquisa passaram a apontar uma queda no apoio popular ao impeachment e uma rejeição consolidada a Michel Temer e sua agenda de arrocho.

Se no resto do país há uma divisão sobre o impeachment, no Maranhão a maioria absoluta da população é contra. Nosso estado deu a maior votação proporcional para Dilma (78%) e ainda espera que ela faça, com a ajuda do Senado, o governo que nos prometeu. É o único caminho viável e legítimo para superar a crise.

Em momentos históricos como esse escrevemos as páginas mais importantes das nossas biografias e o povo lembrará de que lado cada um esteve. Michel Temer e sua “Ponte para o Futuro” jamais seriam aprovados pelas urnas e elas não aprovarão quem ajudá-los a chegar ao poder por qualquer atalho antidemocrático.

Assim, se ainda lhes restar alguma razão para votar pela condenação de uma mulher sem crime, o façam por conta própria. Não aumentem a vergonha maranhense, como fizeram alguns deputados, dizendo votar pelo povo do Maranhão. Não, nós temos nada a ver com esse golpe.

Luiz Eduardo Braga
Vereador de Chapadinha



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a