Pular para o conteúdo principal

Carta aberta aos senadores do Maranhão

Aos senadores do Maranhão,

Edison Lobão,
João Alberto de Souza,
Roberto Coelho Rocha,


O Senado Federal decidirá nos próximos dias se afasta a presidente da República. O Brasil inteiro sabe que as razões deste processo não são pedaladas fiscais, decretos de suplementação orçamentária ou plano Safra. Se Dilma Rousseff for impedida de completar o seu mandato terá sido pelos seus erros políticos, mas a lei brasileira não diz que isso é motivo para cassar uma presidente.

Espera-se, portanto, que o Senado da Federal cumpra seu papel moderador, que pondere com equilíbrio e tome uma decisão de acordo com a Constituição que os senhores prometeram manter, defender e cumprir quando tomaram posse.

O maranhense tem bons motivos para acreditar que seus representantes votarão com a Constituição. Pela lealdade que marca a trajetória do senador Edson Lobão, pela firmeza com a qual o senador João Alberto tem se portado e pelo corajoso e técnico voto que o senador Roberto Rocha deu na prisão do senador Delcídio do Amaral.

Se ainda há alguma dúvida em Vossas Excelências, peço que não se contaminem pela campanha de ódio construída pela imprensa do Sul e se lembrem que, diferentemente do que eles dizem, não há pressão popular por esse impeachment.

Conforme foi ficando claro para o povo os interesses por trás desse processo, os institutos de pesquisa passaram a apontar uma queda no apoio popular ao impeachment e uma rejeição consolidada a Michel Temer e sua agenda de arrocho.

Se no resto do país há uma divisão sobre o impeachment, no Maranhão a maioria absoluta da população é contra. Nosso estado deu a maior votação proporcional para Dilma (78%) e ainda espera que ela faça, com a ajuda do Senado, o governo que nos prometeu. É o único caminho viável e legítimo para superar a crise.

Em momentos históricos como esse escrevemos as páginas mais importantes das nossas biografias e o povo lembrará de que lado cada um esteve. Michel Temer e sua “Ponte para o Futuro” jamais seriam aprovados pelas urnas e elas não aprovarão quem ajudá-los a chegar ao poder por qualquer atalho antidemocrático.

Assim, se ainda lhes restar alguma razão para votar pela condenação de uma mulher sem crime, o façam por conta própria. Não aumentem a vergonha maranhense, como fizeram alguns deputados, dizendo votar pelo povo do Maranhão. Não, nós temos nada a ver com esse golpe.

Luiz Eduardo Braga
Vereador de Chapadinha



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PACIENTES E PROFISSIONAIS DA SAÚDE RELATAM COLAPSO NA UPA DE CHAPADINHA

Os últimos dias têm sido de exaustão para quem está trabalhando na linha de frente do combate à Covid em Chapadinha. Profissionais da UPA relatam que a unidade entrou em colapso, os leitos estão lotados, pacientes aguardando nos corredores e os funcionários se sentindo impotentes diante o quadro. “Imagina o que é você se doar, prestar um serviço, ver gente morrendo todo dia e as pessoas continuarem suas vidas aglomerando”, desabafou um deles em rede social. Com quadro reduzido de funcionários, os servidores buscam fazer o que é possível, mas as dificuldades estão aumentando num grau insuportável. Enquanto isso pipocam nas redes sociais fotos e vídeos de pacientes e acompanhantes denunciando os problemas que estão enfrentando, principalmente com falta de médicos para atender a demanda crescente. A escala publicada pela Prefeitura mostra o quanto tem sido exigido dos profissionais. Apenas um médico por dia, sendo ora Dr. Kingsley Ifly, que na mesma data atende no HAPA , ora o Dr. Felipe

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

2022: NOVOS E ANTIGOS NOMES ARTICULAM CANDIDATURAS À ASSEMBLEIA LEGISLATIVA EM CHAPADINHA E REGIÃO

Políticos e jornalistas só pensam naquilo: a próxima eleição. Os mandatos dos prefeitos eleitos no ano passado mal começaram e os grupos políticos já se preparam para medir forças na disputa pelas cadeiras dos deputados estaduais do Maranhão. Vejamos a situação dos principais nomes olhando a briga: Aluizio Santos : O articulador político do governo municipal não esconde sua pretensão e usa a mini-prefeitura instalada no antigo comitê de Belezinha para preparar sua pré-candidatura. Principal liderança do PL na região, Aluizio conta com a simpatia do deputado federal Josimar de Maranhãozinho e, segundo seus aliados, de 80% do grupo da prefeita. Projeta-se que ele partiria, em Chapadinha, dos 12.400 votos que Belezinha teve em 2018. Karoll Pontes : Carismática, a primeira-filha também é cogitada para a disputa. Teria quase todas as vantagens de Aluizio, além da simpatia do eleitor evangélico e uma relação inquebrantável com a mãe prefeita. Filiada ao antigo PRB, é mais próxima ao vice