Pular para o conteúdo principal

Pessoas podem ser presas, expostas, constrangidas, perseguidas, mas as idéias são mais difíceis de se combater

Que a intenção da "República de Curitiba" e sua operação Lava Jato era chegar a Lula não havia dúvida, mas há de se reconhecer os méritos de como chegaram a ele.

Não poderiam simplesmente ter mandado prender Lula há dois anos. A operação foi prendendo vários, investigando muitas vezes assunto de relevante interesse público, botando gente graúda atrás da grades, mesmo que alguma reputações tivessem que ser destruídas para construir esse caminho.

Zé Dirceu, o suspeito-geral da União, foi logo e já aumentou a credibilidade da operação. Empreiteiros, doleiros, um banqueiro, um senador, o marqueteiro. Como não aplaudir quem está colocando esse povo atrás das grades depois de tantos escândalos que não deram em nada, como o caso Banestado julgado pelo mesmo Sérgio Moro?

Moro virou herói nacional. Um versão reduzida de Joaquim Barbosa. Dois Capitães Nascimento que usam o Judiciário como o personagem usava seu BOPE.

A antes inimaginável prisão de Lula, se tornou questão de tempo. E não adianta dizer que é só condução coercitiva, para a construção da imagem que querem, Lula foi preso e ponto. Pouco depois de se lançar candidato a presidente em 2018, pouco depois de dizer que acabara o "Lulinha paz e amor", muito depois de deixar outros pelo caminho.

Lula entregou a cabeça de Dirceu como se não fossem atrás dele depois. Viu seu ex-ministro ser condenado por "domínio do fato" sem provas como se ele mesmo não pudesse ser condenado da mesma forma, e pode vir a ser. Não se disputou a consciência, se incorporou a narrativa que os adversários, com seu cartel da informação, impuseram.

Está aí a consequência. O PT é o partido da corrupção na cabeça do povo e qualquer denúncia contra qualquer petista torna-se crível. Após 11 anos da defensiva, sem defender seu projeto de nação, sem disputar a sociedade e se limitando a resultados eleitorais a custa de ser "o partido do Lula, o PT se vê no fundo do poço, mas uma coisa é certa: Mesmo que destruam a imagem do maior líder popular que esse país já teve, mesmo que cassem o registro do PT, mesmo que o eco do cartel da mídia chegue em cada casa, nunca vai deixar de existir petismo, nunca vai deixar de existir quem sonhe e quem se doe pela construção de um país mais justo. E se o preço a pagar for passar pela mesma perseguição de novo, haverá quem se disponha a pagá-lo quantas vezes puder.

Comemore o dia, anti-petista, mas não cante vitória muito cedo, não. Nem leve flores para a cova do inimigo, que as lágrimas do jovem são fortes como um segredo: podem fazer renascer um mal antigo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be