Pular para o conteúdo principal

Se for com voto distrital é melhor nem haver reforma

Que a Casa do Povo seja a Casa de Todos
Concordamos que é necessário reformar o sistema político-eleitoral-partidário brasileiro, mas não concordamos que reforma é essa. Nem o que, nem como, nem pra que. A única certeza é que o atual sistema se esgotou e é necessário resolver a crise de representatividade da nossa democracia.

Contudo, correndo um sério risco de piorar o que já está ruim.

Uma das principais proposta da reforma política seria a instituição do voto distrital. Nesse sistema os deputados e vereadores não são eleitos para defender uma causa, uma ideia, um programa, mas sim um território. E pior, levando para o parlamento a representatividade de todo esse território. Uma violência contra o espírito democrático e plural de um país com a diversidade cultural e de pensamento político que é o Brasil. Um parlamentar eleito passaria a me representar por uma questão geográfica e não ideológica. Seria o meu representante por ser eleito onde eu moro e não por defender o que eu defendo.

O voto distrital acaba com a representação das minorias política
, concentra o poder nas mãos dos coronéis com poder econômico e estimula o bipartidarismo, recusado expressamente pela nossa Constituição. 

O sistema é adotado nos Estados Unidos, onde, mesmo existindo mais de 70 partidos políticos, apenas dois têm representação no Congresso Nacional. Na Alemanha, outro país de cultura, costumes e tradições bem diferentes dos nossos, o sistema é "distrital misto", proposta de quem quer adotar o problema pela metade. Uma parte é eleita pelos distritos, com os problemas aqui já elencados, e outra metade é eleita pelo voto proporcional. Com menos vagas sendo disputada no sistema proporcional, menos representativo ele é.

Um sistema que não seja proporcional não reflete no parlamento as diferentes correntes de pensamento da sociedade. Ora, se 25% da população vota no programa político A, este programa deve ocupar 25% das vagas do parlamento que representa essa população. 

O que tem que acabar para que isso ocorra na prática são as coligações proporcionais, que são os piores conchavos de cúpulas partidárias, que dão espaço a partidos que não têm representatividade em troca de tempo de TV e um punhado de votos para os candidatos dos partidos maiores. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela