Pular para o conteúdo principal

O Brasil melhorou e vai continuar melhorando

A ONU descobriu o óbvio que algumas pessoas insistem em fingir que não vêem: O Brasil melhorou, e muito, nas últimas décadas. 

E não foi por meio de manchete de jornal não, foi graças à política. 

Foram programas políticos diferentes que deram sua contribuição ao serem escolhidos pelo povo e governarem dentro do sistema institucional que nós temos.

Lula não inventou o Brasil.

Antes dele Sarney garantiu a transição democrática com a convocação da Constituinte de 1988, Collor abriu a economia brasileira e Itamar a estabilizou depois de mais de 15 anos de crises.

Fernando Henrique poderá ser lembrado positivamente na história por ter universalizado a matrícula escolar (e negativamente por ter quebrado o país três vezes em oito anos, ter vendido o patrimônio público a preço de banana, ter explodido a dívida pública e ter inventado a reeleição, para ficar em pouco exemplo e não fugir do foco da publicação).

Lula, contudo, foi o primeiro presidente da história deste país de miseráveis a assumir lembrando de colocar o combate à fome como prioridade nacional. Sua meta estipulada no discurso de posse de terminar seu mandato com os brasileiros tendo três refeições por dia pode parecer hoje simplório e tolo, mas era um desafio então.

Fizeram chacota quando ele disse que o Brasil precisava gerar (apesar de não ter prometido gerar) 10 milhões de empregos e ele terminou o governo tendo gerado 13 milhões de empregos formais com carteira assinada.

Dobrar o número de vagas nas universidades públicas parecia mais uma das várias promessas de campanha que um candidato faz por fazer e depois ninguém (nem ele) lembra, mas o "semi-analfabeto" dobrou.

Dívida externa paga, país respeitado mundo a fora como liderança das nações emergentes que dialoga com todos de igual pra igual, inflação pega em 12% em 2002 abaixada ano a ano para 9%, 7%, 5%, 3% e SEMPRE dentro da meta.

Dilma dá continuidade governando com pulso firme. Pra quem acha que o Brasil vai mal é bom lembrar que geramos nos primeiros seis meses deste ano (com crise externa) mais empregos do que nos oito anos de Efeagacê!

Você pode achar que nada dá certo no Brasil. Que seria melhor desistir da política, da democracia, fechar o Congresso, ou simplesmente desconstruir a obra social que conquistamos nessas duas décadas, principalmente nos 11 anos de governo popular, mas eu cada dia estou mais convicto do projeto político que faço parte e tenho plena confiante na capacidade de discernimento do povo brasileiro.

Acredito que o Brasil vai fazer mais para continuar mudando e melhorando principalmente para o povo mais pobre e historicamente excluído. 


Leia mais aqui sobre o assunto aqui: http://bit.ly/1chiqm3

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB). Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente. Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dia

ORINALDO ANUNCIA ROMPIMENTO COM MAGNO E APOIO A HIGOR ALMEIDA

O ex-vereador Orinaldo Araújo, esposo da vereadora Missecley, gravou hoje mensagem para anunciar seu desligamento do grupo político do prefeito Magno Bacelar. Ao lado de três dos seus quatro filhos Orinaldo afirmou que ainda não conversou com o Higor Almeida, mas apoiará sua candidatura. “É o que candidato que representa realmente aquilo que a gente pensa, aquilo que a gente quer pro nosso município”, afirmou. Havia chamado a atenção do meio político as ausências de Orinaldo e Missecley do primeiro comício de campanha do prefeito, realizado no bairro em que eles moram e têm forte base eleitoral. A insegurança jurídica da candidatura do prefeito e o forte desgaste apresentado nas pesquisas de opinião devem gerar novas adesões nos próximos dias.