Pular para o conteúdo principal

Desperdiçando uma grande oportunidade

Os recentes embates entre os líderes do governo, França Nilo (PR), e da oposição, Marcelo Menezes (PSDB),  têm sido o  principal destaque das sessões da Câmara de Vereadores de Chapadinha nas sessões deste segundo semestre.

É lamentável que os parlamentares utilizem o plenário da Câmara como ringue para uma batalha sem vencedores. Principalmente havendo tantos debates de interesse público que deveriam estar acontecendo naquele plenário como, por exemplo, as deliberações sobre a "lei do silêncio" e a definição do número de vereadores na próximo legislatura.

Porém, quem vem perdendo uma grande oportunidade é a atual direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindchap). A oportunidade de provar que, diferentemente do que andam dizendo as línguas maldosas da cidade, esta não é uma direção formada por militantes cegamente apaixonados por um determinado grupo da política local.

Seria simples. Bastaria que o sindicato dissesse o óbvio: Que ambos os vereadores estão errados. Mas não. Atacam apenas o líder do governo e insistem em dizer que não fazem oposição ao governo municipal.

Sindicato não deve ser governo, nem deve ser oposição. Sindicato deve defender os interesses da categoria que representa. Se os dirigentes querem convencer alguém de que não estão utilizando o Sindicato como aparelho político a favor do grupo de oposição, que tenham uma postura neutra.


E mais uma coisinha

É óbvio que o vereador França Nilo não chamou o conjunto de professores de Chapadinha de "palhaços". Ele chamou de "palhaços" aqueles que estavam fazendo manifestação nas galerias da Câmara, o que já é suficientemente errado. Não precisam distorcer os fatos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be