Pular para o conteúdo principal

Carta à Juventude e ao PT

Valdemir Pascoal

É com muito orgulho que, hoje, escrevo este texto. Não é sempre que um jovem, vindo da periferia de Cuiabá, passando por todas as dificuldades que passei na vida, chega até onde cheguei: Secretário Nacional da Juventude do PT.

Sempre que ouço os discursos de nosso eterno presidente Lula, falando da dificuldade de sua vida e a de muitos brasileiros, sinto como se ele estivesse se referindo a mim e a história de minha família. Minha mãe, militante histórica do PT do Mato Grosso, também sente isso. E nos orgulhamos muito.

E isso tudo me dá claros sinais. Sinais de que esta oportunidade que o destino me dá não pode ser jogada fora. Sinais de que a Juventude do PT ansiou por mudanças, como as que ocorrem no Brasil. Sinais de que os avanços na discussão do “tema juventude” não podem parar. E não vão, no que depender deste companheiro.

Os que me conhecem sabem que sou uma pessoa de compromisso e muito trabalho. São essas duas características de minha personalidade que ofereço ao PT e ao Brasil. Assumo desde já o compromisso de realizar uma gestão que inclua todas as representações internas e de segmentos sociais que compõem nossa Direção. A Juventude do PT só pode ser chamada assim se de fato os jovens do PT a compuserem. É tarefa nossa romper a barreira entre dirigentes da juventude e a base desta, e dialogar amplamente com todos os jovens, nos quatro cantos do país.

Assumo ainda mais compromissos. Vamos, junto com a Direção da JPT nas agendas internas e externas que teremos, aumentar nossa participação numérica e politicamente em todas elas.  A JPT precisa e deve estar inserida no movimento social e, acreditem, estaremos.

O I Congresso da Juventude do PT representou um avanço imensurável na organização da JPT nos estados e municípios. Portanto, nosso maior desafio, sem dúvida, é organizar um II Congresso maior e melhor, ou seja, menos eleitoral e mais politizado, e que possibilite a manifestação de toda a diversidade dos delegados vindos dos 26 estados, mais o Distrito Federal. O II Congresso deve ser também um encontro do Brasil Petista, de troca de experiências e realidades, onde todos e todas saiam ganhando.

Por fim, esta frase do Presidente Lula, escrita em 28 de outubro de 2002, sintetiza meus pensamentos e sentimentos: “Meu coração bate forte. Sei que estou sintonizado com a esperança de milhões e milhões de outros corações. Estou otimista. Sinto que um novo Brasil está nascendo.”

Um forte abraço a todos que sonham. É com eles que iremos caminhar em nossa gestão.


Valdemir Paschoal é secretário nacional da Juventude do PT

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

AS REVELAÇÕES DA FOLHA DE PAGAMENTOS DA PREFEITURA

Com alguns meses de atraso, a Prefeitura de Chapadinha publicou as primeiras folhas de pagamento da gestão da prefeita Belezinha e tem muita informação boa ali para fazer futrica, mas este espaço não se dedica a isso. Os mais afoitos defensores do governo podem ser identificados na lista com os próprios nomes ou de parentes próximos. Alguns deles já devem estar comentando este texto nas redes sociais antes de lê-lo. Não importa. São pequenos, como a maioria das boquinhas que conseguiram. E, além do mais, ninguém acreditava que eles cantavam “eles gostam da mamadinha” durante a campanha eleitoral sem saber que era exatamente disso que eles estavam em busca. É assim mesmo. A guerra no Whatsapp geralmente acontece com "mamadores" apontando "desmamados" A folha está encharcada de cabos eleitorais e ex-candidatos? Sim. Parentes de vereadores e suplentes? Também. Há ainda "anomalias curiosas", como a do Técnico em Imobilização contratado pelo Hapa com salári

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela