Pular para o conteúdo principal

Secretário da Presidência da República explica ação dos ODM no IFMA

“Nós temos que fazer alguma coisa. É um trabalho de missionário e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) têm que estar presente nas nossas ações”. Foi com essas palavras que o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), José Costa, concluiu sua participação no encontro que reuniu nesta quinta-feira professores, alunos e representantes da Secretaria - Geral da Presidência da República, para debater a importância dos ODM.

O reitor ressaltou que o encontro serviu para que o IFMA se incorporasse a essa plataforma. O Instituto tem 22 campi, e, segundo José Costa, todos eles vão poder contribuir para a disseminação dos ODM, para integrar os Núcleos e avançar na municipalização.

O secretário Wagner Caetano, da SEPPI, explicou para cerca de 80 pessoas como nasceram os ODM, qual a importância da participação de todos – governos federal, estadual, municipal, sociedade civil – para que o país atinja as metas, além de apresentar as políticas públicas implementadas pelo governo brasileiro em prol dos ODM. Segundo o secretário o passo mais importante é conscientizar a sociedade e o poder público sobre a relevância da participação de todos para atingir os ODM. 

Feito isso, disse ele, temos que partir para a municipalização, ou seja, aproximar os Objetivos das prefeituras e da população. Isso porque, o Brasil vai bem em relação ao cumprimento dos ODM e já atingiu várias metas, mas quando os números são desagregados percebe-se que muitos municípios estão longe dessa realidade.

O secretário disse ainda que, constitucionalmente, em função da descentralização dos recursos, os municípios têm atribuições que vão ao encontro dos ODM, como por exemplo, a obrigatoriedade de investimentos na área de saúde e educação. Os governos municipais têm que se envolver nessa plataforma, as metas do milênio têm que estar na agenda das prefeituras. Temos que entender que os ODM são uma estratégia para andar rápido na solução de alguns problemas e para caminhar no rumo do desenvolvimento humano.

Reunião - Ainda na tarde de quinta-feira, Wagner Caetano se reuniu com o Núcleo Estadual do Maranhão, também para debater os ODM. Estiveram presentes cerca de 50 pessoas representando as prefeituras de Lago da Pedra e Anajatuba, centrais sindicais e sindicatos de trabalhadores e patronais, estatais e secretários estaduais.

O prefeito de Anajatuba, que está em processo de municipalização dos OMD, falou das suas experiências e dificuldades, mas ressaltou que não vai desistir de trabalhar pelos ODM. Estou tentando alinhar o município, lamentavelmente, os prefeitos não entenderam como é importante abraçar esta grande causa. Com certeza, vou ser a terceira cidade do Maranhão a municipalizar os ODM, garantiu. 

O Núcleo Estadual ganhou várias adesões: A professora de química Adriana Araújo anunciou a integração do IFMA ao Núcleo Estadual. Também aderiam os sindicatos dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação (SEEAC), do Comércio de Vendedores Ambulantes de São Luis (SCVSL), Comércio Varejista de Feirantes de São Luis, dos Comerciários de São Luis (Sind-Comerciários) e do Comércio Varejista de Pescado. A Nova Central Sindical e a Central Única das Favelas (CUFA) também passarão a integrar o Núcleo.

O Núcleo Estadual para a disseminação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) foi criado há um ano e tem feito um trabalho forte para mobilizar os diversos setores nos municípios, além de motivar os gestores a aderirem a agenda dos ODM. Em Santa Luzia e Zé Doca, foram criados os dois primeiros Conselhos dos ODM fora das grandes cidades, e a posse dos conselheiros acontecerá nesta sexta-feira(25), à tarde e a noite em Zé Doca e Santa Luzia respectivamente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod