Pular para o conteúdo principal

Política com “P” Maiúsculo

Por: Almir Moreira – Advogado
A administração caminha normalmente sem nada a lhe travar, apesar da aparente situação caótica em alguns setores estruturais, espelho da história brasileira. As deficiências que temos são as mesmas do Brasil. No rico Mato Grosso a produção sofre percalços para escoar, a malha viária está em frangalhos. No prospero sudeste ainda temos moradias penduradas em barrancos. Na maior metrópole brasileira falta hospital sobra paciente. Contudo, os ganhos do Brasil recente, sob a batuta do Presidente Lula, se sobrepõem a estas mazelas porque numa esquala de tempo repercutirão no sentido de demovê-las. Aqui também esses ganhos foram incorporados à nossa realidade sociopolítica, nossa economia cresceu sob a égide de um comando político local que soube interpretar esse momento, controlando as finanças públicas, expandindo a rede de serviços públicos e privilegiando o regime de liberdades respeitando sempre a diversidade de opinião.
Agora paralelo a isso como uma obra de engenharia o grupo político liderado por Magno\Danúbia vai se reestruturando e ganhando força, consciente da responsabilidade pela manutenção deste status, por entender ainda não termos superado esta etapa de afirmação da democracia chapadinhense. Assim, aliados de sempre como Joana leal e seu grupo se reagrupam, políticos como Dr. Elcio e seu grupo se afinam no governo e as base do PSC chega para ocupar cargo do primeiro escalão. O novo neste processo e a meu ver de suma importância é a composição feita com a participação de outros atores do nosso cenário político a demonstrar uma guinada de qualidade na concepção de governar. Falo da participação do Partido dos Trabalhadores. A administração sentirá através dos petistas um toque diferente de administrar que será benéfico a todos. Magno\Danubia enxergaram longe, o PT local nada mais fez do que senão acompanhar os passos da sua política nacional e estadual. O PT é governo no Brasil e no Maranhão, e é governo com alianças. E por que não seria em Chapadinha E por que se furtaria desta tarefa, realizada por gente de notória responsabilidade com nossa sociedade? Sem demérito a ninguém, Magno, Danubia, Sebastião Pinheiro, Zé Almeida, Zé Filho, Joana Leal, Alexandre Pinheiro, Prof. Jesus, não bastam?
Por fim, sem alarde vai sendo montada uma nova estrutura política de cunho administrativa e eleitoral, tudo em perfeita harmonia com o quadro político maranhense que se apresenta, Roseana e Washington na direção do Estado e a ascensão de Magno Bacelar ao Parlamento estadual.

Comentários

Anônimo disse…
Parabéns!!
*Almir pela reflexão sobre a política em todos os ângulos.

*O novo neste processo e a meu ver de suma importância é a composição feita com a participação de outros atores do nosso cenário político a demonstrar uma guinada de qualidade na concepção de governar. Falo da participação do Partido dos Trabalhadores.

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB). Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente. Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dia

ORINALDO ANUNCIA ROMPIMENTO COM MAGNO E APOIO A HIGOR ALMEIDA

O ex-vereador Orinaldo Araújo, esposo da vereadora Missecley, gravou hoje mensagem para anunciar seu desligamento do grupo político do prefeito Magno Bacelar. Ao lado de três dos seus quatro filhos Orinaldo afirmou que ainda não conversou com o Higor Almeida, mas apoiará sua candidatura. “É o que candidato que representa realmente aquilo que a gente pensa, aquilo que a gente quer pro nosso município”, afirmou. Havia chamado a atenção do meio político as ausências de Orinaldo e Missecley do primeiro comício de campanha do prefeito, realizado no bairro em que eles moram e têm forte base eleitoral. A insegurança jurídica da candidatura do prefeito e o forte desgaste apresentado nas pesquisas de opinião devem gerar novas adesões nos próximos dias.