Pular para o conteúdo principal

Washington Luiz se diz preparado para auxiliar Roseana

O vice-governador Washington Luiz Oliveira (PT) afirma estar ciente da importância do atual momento para a política local e nacional, e garante estar pronto para auxiliar a governadora Roseana Sarney (PMDB) a administrar o Maranhão nos próximos quatro anos. “Estamos num momento especial. Temos a saída deste grande presidente, o companheiro Lula, e a chegada da primeira mulher a comandar o nosso país, Dilma Rousseff. No Maranhão, estaremos ao lado da governadora Roseana no comando do Estado, em uma aliança construída e discutida em âmbito local e nacional. O PT dará grandes contribuições nesta administração”, declarou.
Ele destaca que o PT do Maranhão está consciente de que a participação nesta gestão é de grande importância para o desenvolvimento de projetos que beneficiarão a população maranhense e contribuir positivamente para o crescimento do estado.
“Vamos contribuir com a governadora Roseana para que possamos fazer um governo em um momento em que os grandes projetos econômicos estão chegando ao nosso estado. Temos que trabalhar de forma articulada para aproveitar todas essas oportunidades. Um dos desafios é dotar as regiões do nosso estado de infra-estrutura, de serviços e de pessoas capacitadas para que os grandes projetos gerem emprego e renda, sobretudo com sustentabilidade. Temos que capacitar os nossos jovens para assumirem os postos de empregos que irão surgir”, ressaltou.
O vice-governador disse que é necessário trabalhar a estrutura das regiões onde esses projetos serão implantados para não gerar escassez de alimentos e a especulação imobiliária. Por isso, segundo ele, o governo investirá em capacitação profissional. Temos muito trabalho pela frente e um dos meus papéis, como vice governador, é ajudar a governadora no diálogo com a sociedade civil organizada”, explicou ele, ressaltando a importância do diálogo permanente com os movimentos sociais, acreditando em uma gestão participativa.
Articulação – Ele trabalhará junto aos movimentos sociais para fazer um diagnóstico das ações do governo e do compromisso do Estado com a população em diversos setores. “Temos que buscar parcerias com todos os setores da sociedade civil para que o trabalho dê resultado positivo. Só de forma articulada poderemos levar à nossa população os benefícios de que ela necessita e esse será o papel da Vice-governadoria”, disse.
Ele também destacou que o PT do Maranhão está comprometido em trabalhar com afinco para dar a sua contribuição em todas as áreas do governo Roseana, com muito entusiasmo e responsabilidade. “Estamos prontos para trabalhar muito pelo crescimento do nosso estado e temos certeza que o time apresentado pela governadora terá essa capacidade técnica. Vamos articular ações com o Governo Federal para trazer mais benefícios para o nosso estado. O PT se soma a essa tarefa comandada pela governadora Roseana e se compromete em trabalhar em prol do estado e do Brasil”, concluiu ele.
Perfil
Washington Luiz de Oliveira tem sua trajetória política marcada pelo compromisso com a classe trabalhadora e com os menos favorecidos. Por isso, foi escolhido pelo PT para ser o vice de Roseana Sarney na coligação “O Maranhão Não Pode Parar”.
Natural de Várzea Alegre (CE), iniciou sua trajetória no movimento estudantil, aos 16 anos, fez parte da resistência ao regime militar chegando a militar na clandestinidade após a edição do Ato Institucional nº 5 (AI-5). Radicado no Maranhão desde 1973, integrou as lutas sociais e populares do estado principalmente nas áreas de educação e saúde.
Graduado em História pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), ingressou no serviço público e passou a atuar marcante no movimento sindical. Foi um dos fundadores e presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsep-MA), e diretor da Confederação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Federais (Condsef).
No PT, presidiu o diretório estadual por dois mandatos, coordenou no Maranhão a campanha Lula Presidente de 2002 e foi membro do Diretório Nacional. Entre 2008 e 2009, foi assessor especial da Secretaria Geral da Presidência da República. Em 2009, voltou a assumir na Câmara onde ficou até abril de 2010. Destaca-se sua atuação junto aos agentes comunitários de saúde e os de combate às endemias, pela aprovação do plano de cargos e carreiras da categoria.

Fonte: O Estado do Maranhao

Comentários

Gostei da expressão. Não sou formatado pela Globo. Parabens. Quando tiveres tempo visite o meu blogue e opine lá
Abraços
Anônimo disse…
Essa turma do PT Maranhense foi reduzida a quase nada. E ainda pensa que estão com a bola toda. Vão acreditando...
Olá

Gostariamos de parabeniza-lo pelas excelentes postagens.

Já estamos seguindo o seu blog. Mas além de nos seguir, também, gostariamos que vc nos colocasse na sua lista de blogs.

Um abraço

Jailson Mendes
São João Batista-MA
www.agenciadesjb.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

PACIENTES E PROFISSIONAIS DA SAÚDE RELATAM COLAPSO NA UPA DE CHAPADINHA

Os últimos dias têm sido de exaustão para quem está trabalhando na linha de frente do combate à Covid em Chapadinha. Profissionais da UPA relatam que a unidade entrou em colapso, os leitos estão lotados, pacientes aguardando nos corredores e os funcionários se sentindo impotentes diante o quadro. “Imagina o que é você se doar, prestar um serviço, ver gente morrendo todo dia e as pessoas continuarem suas vidas aglomerando”, desabafou um deles em rede social. Com quadro reduzido de funcionários, os servidores buscam fazer o que é possível, mas as dificuldades estão aumentando num grau insuportável. Enquanto isso pipocam nas redes sociais fotos e vídeos de pacientes e acompanhantes denunciando os problemas que estão enfrentando, principalmente com falta de médicos para atender a demanda crescente. A escala publicada pela Prefeitura mostra o quanto tem sido exigido dos profissionais. Apenas um médico por dia, sendo ora Dr. Kingsley Ifly, que na mesma data atende no HAPA , ora o Dr. Felipe

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

2022: NOVOS E ANTIGOS NOMES ARTICULAM CANDIDATURAS À ASSEMBLEIA LEGISLATIVA EM CHAPADINHA E REGIÃO

Políticos e jornalistas só pensam naquilo: a próxima eleição. Os mandatos dos prefeitos eleitos no ano passado mal começaram e os grupos políticos já se preparam para medir forças na disputa pelas cadeiras dos deputados estaduais do Maranhão. Vejamos a situação dos principais nomes olhando a briga: Aluizio Santos : O articulador político do governo municipal não esconde sua pretensão e usa a mini-prefeitura instalada no antigo comitê de Belezinha para preparar sua pré-candidatura. Principal liderança do PL na região, Aluizio conta com a simpatia do deputado federal Josimar de Maranhãozinho e, segundo seus aliados, de 80% do grupo da prefeita. Projeta-se que ele partiria, em Chapadinha, dos 12.400 votos que Belezinha teve em 2018. Karoll Pontes : Carismática, a primeira-filha também é cogitada para a disputa. Teria quase todas as vantagens de Aluizio, além da simpatia do eleitor evangélico e uma relação inquebrantável com a mãe prefeita. Filiada ao antigo PRB, é mais próxima ao vice