Pular para o conteúdo principal

Indefinição do PT coloca decisão nas mãos de Danúbia

O futuro do PT na cidade foi o principal assunto nas rodas de conversa em Chapadinha na última semana e depois de tanta expectativa nada foi decidido.

Reunido na noite deste sábado (22) na presença do presidente estadual do partido, Raimundo Monteiro, e de lideranças petistas de várias cidades do Baixo Parnaíba, o diretório do PT de Chapadinha decidiu que só aceitará o convite da prefeita Danúbia Carneiro para integrar a administração municipal se todas as exigências do partido forem acatadas e os acordos previamente estabelecidos forem respeitados.

Segundo o presidente do diretório municipal, Francisco Paiva, a prefeita decidiu recuar da proposta, que já havia sido acordada, de dar ao PT a prerrogativa de indicar o secretário de Assistência Social e, por isso, os dirigentes da legenda deixaram de bater o martelo na reunião de ontem.

Para o vice-presidente, Zezinho Lima, o recuo inviabiliza a aliança. "A palavra dada tem que ser respeitada. Se aceitarmos entrar no governo nestes termos podemos criar precedente para outros acordos serem quebrados mais a frente", protesta.

A secretário-geral do partido, Maria Coelho, fez coro. "Ou fecharemos o acordo nos termos que já haviam sido acertados, ou voltamos a estaca zero", disse.

O convite da prefeita foi uma jogada política de quem demonstra habilidade e vontade de realmente dar uma cara nova a segunda metade do seu governo, mas é também arriscado. Depois de iniciado, processo não poderá ficar pela metade. Caso os entraves se mantenham e o acordo não seja fechado, a tendência natural é as principais lideranças do partido assumirem uma postura de oposição mais firme do que anteriormente.

Enquanto espera uma resposta da prefeita Danúbia Carneiro, o partido continuará mantendo diálogo com as demais forças políticas da cidade.

Comentários

Anônimo disse…
MARIANA NASCIMENTO

Foi acertada a decisão dos companheiros do diretório municipal, assim é o PT não tomamos decisões unilaterais, tudo entre nós é debatido a exaustão, temos um nome e uma SIGLA que para todos os verdadeiros petistas tem um valor inestimável, hoje todos querem ter a nossa estrela, mais tem que saber que para ter esta estrela também tem que aceitar o modo PT de administrar, onde o principal é o bem estar e a melhoria da qualidade modo vida dos menos favorecidos e excluídos, Os companheiros de Chapadinha não estão em busca de ser somente secretários no papel e ocupantes de salas e cadeiras sem execução de nada o que pretendem é executar políticas publicas que na sua maioria estão a disposição só falta ser aplicada coisa que os que hoje ai estão não tem feito.
Veremos agora a que ponto a Prefeita realmente tem vontade de acertar.
Anônimo disse…
"Minha dor é perceber, que apesar de termos feito tudo, tudo, tudo que fizemos, ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais..."

"E hoje eu sei que quem me deu a idéia de uma nova consciência e juventude, está em casa guardado por D... contando vil metal!!!"
herbert castelo branco disse…
Um verdadeira vergonha e falta de caráter. Os "sindicalistas" que antes defendiam os servidores públicos municipais agora defendem o desgoverno municipal de Magno e Dianúbia. Será que isso foi em troca do tão sonhado PCCS? Não quero acreditar nisso! E os trabalhadores? Vão ficar chupando picolé né.

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be