Pular para o conteúdo principal

Especulação em cima de especulação

O governo já começou, mas ainda há muitos espaços a serem formados e, por isso, as especulações continuam.

Meu amigo e blogueiro Alexandre Pinheiro publicou há pouco que obteve informações junto ao governo dando conta de uma suposta divisão na gerência do Baixo Parnaíba em duas com a criação de uma em Chapadinha e outra mais ao leste do estado.

Não satisfeito, Alexandre especula ainda o nome de quem deverá assumir a gerência ainda a ser criada.

Quanto a divisão da gerência. Bem, se ocorrer será bem-vinda já que ambas as gerências a serem criadas poderiam ser mais eficientes.

Quanto a especulação de nomes, é jogar poeira no ar. O nome citado é competente e pronto para a tarefa, mas todos os esforços do PT maranhense hoje giram em torno da manutenção do acordo que prevê ao partido a prerrogativa de indicar o secretário de Educação do estado. As outras questões serão resolvidas depois.

Comentários

Companheiro Braga,

Tem se tornado pratica recorrente por meio dos Blogueiros a disseminação de especulações com o intuito de acender nomes ou mesmo de queimar outros, o Companheiro Gilvan do PT de são Bernardo como você bem o diz seria um otimo nome sim para ocupar o cargo de gerente seja da regional de CHAPADINHA, ou se esta mesma regional vier se dividir em duas, pois é alguem muito bem articulado tanto com os movimentos sociais da região quanto com o peoder publico local. e a região do Baixo Parnaiba so tera a ganhar com alguem que milita a muito tempo na região,e se forem buscar o historico deste Jovem vão encontrar um mandato de vereador brilhante, sem maculas, e que combateu os desmandos do coronel do seu minicipio de origem. então nada costa sobre a suposta indicação.

Postagens mais visitadas deste blog

DE NOVO: BELEZINHA TENTA COMPRAR CANDIDATO A VEREADOR E É DENUNCIADA À POLÍCIA

Dinheiro entregue à Polícia Festejada nas redes sociais pela ex-prefeita Belezinha e seus partidários, a adesão do candidato a vereador Lucídio se revelou mais um escândalo que abuso de poder econômico. Anúncio de adesão pela manhã Horas depois do anúncio, Lucídio registrou Boletim de Ocorrência acusando a coligação adversária de lhe ter entregado R$ 5 mil para ele se deixar fotografar ao lado da candidata e apoiá-la. Ao registrar o BO, o candidato apresentou aos policiais o valor que lhe foi entregue, e áudios das conversas entre ele e intermediários da ex-prefeita. Num deles o conhecimento da candidata sobre as negociações é confirmado. A versão foi confirmada por uma testemunha que presenciou a entrega do dinheiro. Após perícias as provas deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral e nova denúncia de abuso de poder econômico deve ser apresentada contra a candidata. Denúncia feita à tarde Belezinha responde no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ação semelhante p

EM PRIMEIRA MÃO: EX-PREFEITA PERDE O MANDATO DE DEPUTADA

Durou pouco a passagem da ex-prefeita Ducilene Belezinha (PL) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ela havia sido empossada no cargo de deputada estadual no mês passado devendo favor ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) que determinou que a esposa, Detinha (PL), saísse de licença. Ocorre que Belezinha foi apenas a quinta suplente da coligação, e sua a posse dependeu do falecimento de um deputado e a nomeação de três parlamentares no secretariado do governador Flávio Dino, mas um deles voltou ontem (6) para o legislativo, aliás, uma secretária: Ana do Gás (PCdoB). Parlamentar com votação expressiva em Chapadinha na eleição de 2014, quando teve o apoio do hoje prefeito Magno Bacelar, a comunista ocupava a Secretaria de Estado da Mulher, mas decidiu reassumir o mandato de deputada levando a ex-prefeita de volta à condição de suplente. Festejado com carreata organizada por seus apoiadores com pouquíssima participação popular, o mandato de Belezinha na Assembleia durou 13 dia

ORINALDO ANUNCIA ROMPIMENTO COM MAGNO E APOIO A HIGOR ALMEIDA

O ex-vereador Orinaldo Araújo, esposo da vereadora Missecley, gravou hoje mensagem para anunciar seu desligamento do grupo político do prefeito Magno Bacelar. Ao lado de três dos seus quatro filhos Orinaldo afirmou que ainda não conversou com o Higor Almeida, mas apoiará sua candidatura. “É o que candidato que representa realmente aquilo que a gente pensa, aquilo que a gente quer pro nosso município”, afirmou. Havia chamado a atenção do meio político as ausências de Orinaldo e Missecley do primeiro comício de campanha do prefeito, realizado no bairro em que eles moram e têm forte base eleitoral. A insegurança jurídica da candidatura do prefeito e o forte desgaste apresentado nas pesquisas de opinião devem gerar novas adesões nos próximos dias.