Pular para o conteúdo principal

Oportunista, Zé Reinaldo admite só agora seu apoio a Serra

Taí uma coisa que eu gosto: estar certo. 
Adoro quando alguém teima comigo e o tempo 
(ah, o tempo) prova que eu estava certo.


O ex-governador do Maranhão e candidato a senador recém derrotado José Reinaldo Tavares (PSB) concedeu entrevista na última sexta-feira para anunciar aquilo que até as estátuas dos leões em frente ao palácio do governo estadual já sabiam: ele apóia José Serra.


Zé Reinaldo é a personificação do anti-PT, do anti-Lula, do anti-Dilma e só não vê isso quem se deixa cegar pelos discursos demagogos daqueles que afirmam construir uma alternativa política utilizando-se dos mesmos métodos que dizem condenar.


Com o mesmo oportunismo de quem viveu mais de trinta anos dentro de um grupo político e hoje se diz o maior opositor aos antigos companheiros, Zé Reinaldo tentou esconder durante o primeiro turno sua predileção por Serra. Candidato ao Senado, sabia que declarar apoio ao tucano só lhe tiraria voto. Tavares tentou omitir do eleitor sua verdadeira face, mas o povo maranhense lembra quem ele é e lhe deu o troco nas urnas.

Os maranhenses, que deram 70% dos votos para Dilma Rousseff, sabiam que, se eleito, Zé Reinaldo iria para o Senador fazer oposição ao governo petista. Os únicos que não sabiam disso, ou fingiam não saber, eram o deputado "petista" Domingos Dutra e sua trupe. Escondidos atrás do discurso do anti-sarneysmo, Dutra, Bira do Pindaré e outros defenderam com unhas e dentes a candidatura de Tavares "por ele ter rompido com Sarney", ou seja, apoiaram uma candidatura a senador de oposição a Dilma para manter o discurso anti-sarney, o único que eles têm e que lhes mantêm alguma relevância política..


Como Jackson, Zé Reinaldo taxa Flávio Dino de sarneista


Ao tentar justificar seu voto em Serra, Zé Reinaldo encheu o peito e declarou durante a entrevista: "Votar em Dilma é votar em Sarney". Ora, mas seu pupilo candidato derrotado ao governo, Flávio Dino, apóia Dilma. Então Zé Reinaldo crê que Flávio Dino apóie José Sarney por votar em Dilma?


O ex-governador Jackson Lago (PDT), que anunciou seu apoio a José Serra desde o primeiro turno e ficou com mirrados 19% dos votos na tentativa de voltar ao Palácio dos Leões, também provocou o comunista ao justificar sua posição nacional com base no anti-sarneismo. “Como uma pessoa [Flávio Dino] quer combater este grupo [Sarney] fortalecendo-o nacionalmente?”, indagou em entrevista coletiva concedida após o primeiro turno.

Zé Reinaldo, principal motivo de Dino não ter o apoio do PT

A orelha de Zé Reinaldo devia estar queimando de tão quente durante a reunião do Diretório Nacional do PT que decidiu pelo acordo do partido com o PMDB na disputa pelo governo do Maranhão e em reuniões anteriores. A aliança de Flávio Dino com ele foi um dos principais argumentos daqueles que defendiam a anulação do encontro que decidira pelo apoio ao candidato comunista.

Sabedor de que Zé Reinaldo não passa de um tucano enrustido (há tantos no Maranhão), o próprio presidente nacional da legenda, José Eduardo Dutra, afirmou durante reunião. "Passei a tarde de ontem lendo o blog deste Zé Reinaldo. Não dá para o nosso partido apoiar quem escreve essas coisas" defendeu. Além de Eduardo Dutra, encaminharam contra o apoio do PT à dupla Zé Reinaldo-Flávio Dino os ex-presidentes José Dirceu, José Genoino e Ricardo Berzoini.

Resultado: PT longe de Zé Reinaldo e no caminho certo.

Comentários

Nada como a escola do PMDB para mostrar a esse pessoal qual tipo de política dá certo por aqui. (infelizmente)

Morro de rir quando vejo na propaganda do PT a afirmação de que possuem "maioria absoluta" no Congresso e que será difícil outro governar. Essa "maioria" é dada pelo PMDB que é governo desde o fim da ditadura até quando sequer lança candidato à presidência.

Assim, os outros partidos aprendem que o "quente" é jogar onde o poder estiver.

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a