Pular para o conteúdo principal

O tiro saiu pela culatra


As principais lideranças da mídia conservadora, neoliberal e de direita do país se reuniram no início do mês no fórum "Democracia e Liberdade de Expressão" realizado no Instituto Milenium.

O fórum contou com presenças como Hélio Costa, Roberto Civita, Demétrio Magnoli, Arnaldo Jabor, Marcelo Madureira (?), Reinaldo Azevedo, William Waack, Fernando Gabeira, Otávio Frias Filho, Carlos Alberto Sardenberg, entre outros. Só faltou o Bruno Kazuhiro. Foi mais ou menos como uma "Marcha da Família com Deus pela Liberdade", só que desta vez com todo mundo sentado.

Uma das principais falas foi a do bobo da corte, Arnaldo Jabor. O cineasta frustrado convocou os presentes para uma "guerra ideológica" e deu a linha: "Nossa atitude tem que agressiva", ordenou. Em outras palavras, o comando é porrada na Dilma, no PT e nos aliados todo dia até a eleição. O Lula? Bem, o Lula já é um caso perdido pra eles.

É nessa conjuntura que nós assistimos nas últimas semanas o surgimento do "caso Eletronet", dos ataques ao ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel, ao tesoureiro nacional do PT, João Vaccari e, mais recentemente, ao ex-ministro Agnelo Queiroz.

As acusações contra Agnelo, além de inconsistentes e baseadas em fontes em off do tipo "amigos de Durval", "assessores de Roriz" e "integrantes da coordenação da campanha de Arruda em 2006", chamam a atenção por uma questão temporal. Foram publicadas a uma semana das prévias que o PT-DF promoverá dia 21 de março para escolher o candidato do partido ao governo do Distrito Federal.

Não é ncessário muito esforço psicológico para concluir que a matéria é plantada. Alguém, com interesse em prejudicar a pré-candidatura de Agnelo, abasteceu os jornalistas com informações suficientes para criar uma pauta. Um encontro com Roriz, um encontro com Durval e uma quadra de tênis construida no lugar errado. Era só isso.

O encontro com Roriz teria sido para firmar um pacto de não agressão que possibilitasse centrar fogo no adversário comum e mais forte: Arruda. O encontro com Durval é a mesma baboseira que os apoiadores do deputado Geraldo Magela, o outro concorrente nas prévias, vêem tentando usar como um grande pecado cometido por Agnelo desde o início do ano. A construção da quadra foi um erro que Agnelo admitiu, mandou desfazerem há meses e desfeito está.

Durante a conversa com os jornalistas outra questão surgiu: Agnelo teria renda suficiente para comprar a casa de R$ 400 mil que comprou no final de 2006? O ex-ministro mostrou seus extratos bancários e declarações de imposto de renda, que comprovam que sim, mas não soube explicar satisfatoriamente aos ouvidos dos jornalistas.

Vindas ao público, as denúncias não destruíram a pré-candidatura do ex-comunista, pelo contrário. A certeza de que a publicação da matéria foi uma vilania arquitetada para prejudicar sua pré-campanha fez de Agnelo ainda mais favorito na disputa do que antes.

A suspeita de que o próprio Magela teria sido a fonte das informações para a revista Época nunca será confirmada, mas está lançada no ar. Se foi mesmo o deputado, ele merece ser expulso do partido. Se não foi ele, tenho pena do coitado, pois, mesmo sendo inocente, ficou parecendo culpado. E não adianta se sair com pirotecnia dizendo que o repórter está livre do sigilo de fonte e que pode entregá-lo se as informações tiverem isso passadas por ele. Um jornalista sério não o faria.

Muitos outros escândalo surgirão daqui até outubro contra o PT e contra petistaa. Aqui no Distrito Federal há uma série de denúncias contra quase todos os políticos da cidade nas prateleiras das redações prontas para serem publicadas e martelarem o prego que se destacar.

A eleição será quente.

Comentários

Kleber Vinicius disse…
Braga,

Parabéns, você está cada vez melhor!
Anônimo disse…
"Uma das principais falas foi a do bobo da corte, Arnaldo Jabor. O cineasta frustrado"
cineasta frustrado.
acho que a ofensa não corresponde, ele adaptou o roteiro e dirigiu Toda Nudez Será Castigada, não é um cineasta frustrado.

Postagens mais visitadas deste blog

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

FLÁVIO DINO INAUGURA IEMA E PEDE QUE BELEZINHA ENTREGUE UPA AO ESTADO

Nesta manhã Chapadinha recebeu Flávio Dino pela última vez antes de deixar o cargo de governador. Antes de seguir para outros municípios da região entregando outros aparelhos públicos, o socialista inaugurou a unidade local do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), e a cerimônia foi movimentada, principalmente nos seus bastidores! Ausente do evento supostamente por motivo de saúde Belezinha foi representada pelo vice-prefeito que ouviu do governador novo apelo para que o município entregue a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o governo do estado. “Eu não olho quem é o prefeito, eu não olho partido. O meu partido é o Maranhão e por isso eu sempre estarei a disposição da cidade de Chapadinha”, disse em discurso. Confira:   O governador já tinha se colocado a disposição para assumir a responsabilidade da UPA na sua última visita a Chapadinha e o vice-prefeito até foi às redes sociais defender a entrega da unidade. Ambos foram ignorados por Be

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod