Pular para o conteúdo principal

Partido e família rachados


Além da política nacional, acompanho também a política de alguns estado em particular. Em especial a do Rio Grande do Norte. Por três motivos: É um estado com grande quantidade de lideranças nacionais, é o estado natal de minha esposa, é muito pitoresca.

Na última eleição municipal, o PT lançou, pela quarta vez consecutiva, o nome da deputada Fátima Bezerra na disputa pela prefeitura da capital, Natal. Fátima teve o apoio de um presidente bem avaliado, de uma governadora bem avaliada, de um prefeito bem avaliado, do então presidente do Senado Federal. Até o apoio da Globo, controlada nas terras potiguares pela família Alves, Fátima teve o apoio. Resultado: perdeu no primeiro turno para Micarla de Souza (PV), uma jovem dona/apresentadora de TV e filha de político, o já falecido ex-senador Carlos Alberto de Souza.

Micarla, é bom lembrar, tinha o apoio do senador José Agripino Maia (DEM). Portanto, esta e a eleição de Silvio Mendes (PSDB) em Teresina foram as duas únicas derrotas lulistas em capitais nordestinas no ano passado. O "tucano" João Castelo (PSDB), vale lembrar, se elegeu prefeito de São Luis com o slogan "Sou Lula, voto Castelo".

Para a eleição de outubro há dois postulantes ao cargo de governador já colocados na disputa. O vice-governador Iberê Ferreira (PSB) e a senadora Rosalba Ciarlini (DEM). Anunciam também a disposição de concorrer o deputado federal João Maia (PR), irmão do ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia, e o presidente da Assembléia Legislativa, Robinson Faria (PMN), pai do deputado federal Fábio Faria (PMN), pegador de apresentadoras de TV e enrolado no "escândalo da farra aérea".

Robinson, ex-aliado da governadora, deve apoiar a candidata de oposição, Rosalba, que lidera as pesquisas. Talvez seja até seu candidato a vice. A João Maia galtará fôlego para manter uma candidatura de terceira via e ele deverá permanecer no grupo de apoio de Wilma.

Porém, o interessante mesmo nestes dias da político potiguar é a disputa pelas vagas no Senado e a disputa interna no PMDB.

Na briga pelas duas vagas no Senador concorrerão três pesos pesados. A governadora em fim de segundo mandato, Wilma de Faria, e os dois fortes senadores, José Agripino Maia, líder do DEM, e Garibaldi Filho (foto), ex-presidente do Senado.

O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, é Lula até debaixo d'água. Para não desagradar o presidente e manter aceso seu sonho de presidir a Câmara dos Deputados defende o alinhamento com a candidatura do campo lulista, isto é, a de Iberê. Seu primo senador, Garibaldi Filho, porém, já fechou acordo com Agripino Maia. Um apoiará o outro e ambos apoiarão Rosalba.

Confirmando este quadro, o PT, ao lado de Wilma pode lançar um candidato a senador também. Provavelmente, o ex-presidente do diretório estadual Geraldo Pinto ou o ex-vereador da capital Fernando Lucena.


Quais os motivos de Garibaldi?

A relação com Wilma é ruim. Em 2006, ele disputou acirradamente o governo do estado contra Wilma e perdeu. Em 2008, o senador e a governadora apoiaram Fátima Bezerra para prefeita de Natal e quebraram a cara.

A relação Rosalba é ótimo. Além da democrata ter sido eleita em 2006 apoiando-o para o governo, uma eleição sua para o governo do estado daria quatro anos de mandato no Senado para Garibaldo Alves, seu suplente e pai da Garibaldi Filho.



Foto: Agência Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a