Pular para o conteúdo principal

Respostas a perguntas do blog Game Over

1-Pessoas contrárias às cotas raciais dizem que, pela suposta não-existência de raças, serão as cotas que criarão o racismo. O que você tem a dizer sobre isso?
Se, biologicamente, existe ou não existe raça é um debate científico, mas certamente há racismo.

Nós construímos um país tendo como base a escravidão dos negros, que quando foram “libertados” não tiveram nenhuma assistência de inclusão racial. Como resultados tivemos um acúmulo de negro miseráveis formando bolsões de pobre nas periferias das metrópoles.

Hoje, no Brasil, qualquer índice social ruim é ainda pior entre os negros.

2-Outra critica comum é dizer que o nível das universidades baixará, e que até mesmo o mercado de trabalho será afetado pelas cotas. Você concorda?
Pelo contrário. Olhando para as experiências que já estão acontecendo vemos que os cotistas têm rendimento melhor do que a média geral dos estudantes. O que, inclusive, coloca em xeque os sistemas de vestibular para a entrada nas universidades.

3- Como dizer quem sofre racismo no Brasil num País em que a miscigenação prevalece?
Fácil. Os números mostram que qualquer policial sabe diferenciar um negro de um branco.


4- Você acha que Ali Kamel deveria distribuir seu livro “Não Somos Racistas” para quem escolhe o elenco das novelas e que personagens os negros fazem?
O Ali Kamel não deveria distribuir este livro pra ninguém. É o primeiro livro racista escrito pra dizer que não á racismo. É um completo absurdo.

E o “engraçado” é que tanto o Ali Kamel quanto o Demétrio Magnoli, o Demóstenes Torres e a vasta maioria dos militantes contrários às cotas raciais são brancos.

É como uma dívida que os credores reafirmam a sua existência e só os devedores a negam.

5- O Brasil está preparado para ter um presidente negro?
Creio que não. Nosso Senado é composto por 81 membros, dentre os quais apenas o Paulo Paim e Marina Silva são negros. No STF, de 11 membros, temos apenas o Joaquim Barbosa de negro. No STJ tivemos há pouco tempo a posse do primeiro negro em toda a história.

Os espaços ocupados pelas chamadas “minorias” ainda são muito poucos e as exceções não devem ser utilizadas para mostrar que não impedimento para que cheguem lá. Mulheres, negros, índios são sub-representados e a única medida para mudar este cenário são as ações afirmativas.



Confira aqui o Game Over

Comentários

Obrigado por responder às questões, minha irmã está fazendo uma monografia sobre cotas e também foi entrevistada.

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela