Pular para o conteúdo principal

Rererereeleição

Muito tem se falado sobre a hipótese da legislação brasileira ser mudada para permitir que ocupantes de cargos majoritários (presidente, governadores e prefeitos) possam ser candidatos a um terceiro mandato consecutivo.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, indicado por Lula para o Supremo Tribunal Federal (STF), considera a proposta inconstitucional. "Dizer que é constitucional o terceiro mandato é dizer que o quarto também é. E não tem como evitar dizer que é constitucional o quinto mandato, fragilizando a ideia de república", adiantou sobre a matéria, que no futuro pode vir a ser alvo de julgamento das Cortes Superiores.

Ora, poderia-se dizer em 1997, quando o ministro Marco Aurélio Mello presidia o TSE que "dizer que é constitucional o segundo mandato é dizer que o terceiro também é...". Quem abriu precedente para este debate foram os tucanos-pefelistas.

Ali, inegavelmente, houve casuísmo.

O então presidente Efeagacê, como faz agora Álvaro Uribe na Colômbia, jurava de pé junto que não tinha interesse na proposta e que caso fosse aprovada não seria candidato a reeleição.


Ou tem reeleição ou não tem

Se há reeleição uma vez por que não haver duas, três, quatro ou tantas quantas o eleitor decidir? A Venezuela fez sua opção. O presidente, os governadores e os prefeitos podem postular reeleições quantas vezes quiserem e o povo decide se são reeleitos não. Se o povo, durante o mandato não quiser mais o governante pode revogar seu período no poder.

Dirão que a Venezuela não é exemplo de democracia. E o que dirão da França? Lá as reeleições dos presidentes da República também podem acontecer indefinidamente, ou melhor, definidamente pelo voto do eleitor francês.

O fim da reeleição é o melhor para o fortalecimento da democracia e do programatismo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a

AS REVELAÇÕES DA FOLHA DE PAGAMENTOS DA PREFEITURA

Com alguns meses de atraso, a Prefeitura de Chapadinha publicou as primeiras folhas de pagamento da gestão da prefeita Belezinha e tem muita informação boa ali para fazer futrica, mas este espaço não se dedica a isso. Os mais afoitos defensores do governo podem ser identificados na lista com os próprios nomes ou de parentes próximos. Alguns deles já devem estar comentando este texto nas redes sociais antes de lê-lo. Não importa. São pequenos, como a maioria das boquinhas que conseguiram. E, além do mais, ninguém acreditava que eles cantavam “eles gostam da mamadinha” durante a campanha eleitoral sem saber que era exatamente disso que eles estavam em busca. É assim mesmo. A guerra no Whatsapp geralmente acontece com "mamadores" apontando "desmamados" A folha está encharcada de cabos eleitorais e ex-candidatos? Sim. Parentes de vereadores e suplentes? Também. Há ainda "anomalias curiosas", como a do Técnico em Imobilização contratado pelo Hapa com salári

DRA. THAIZA DEFENDE GOVERNADOR E COBRA ENTREGA DA UPA PARA O ESTADO

Chapadinha foi destaque na sessão de hoje da Assembleia Legislativa. Tudo começou quando a deputada Dra. Thaiza subiu à tribuna para registrar a cerimônia de inauguração do asfalto aplicado nos bairros Areal e Cohab com emendas destinadas pelo seu mandato. A parlamentar aproveitou a oportunidade para lembrar as várias ações do governo estadual no município e saiu em defesa do governador, contra os ataques feitos pela prefeita Belezinha. “São mais de R$ 4 milhões investidos todo mês na Saúde para manter o Hospital Regional. É incalculável o impacto positivo deste investimento para a região. Imaginem a quantidade de consultas, exames e internações, lembremos a procissão de ambulância que tinha de vir para São Luís. É uma injustiça absurda não reconhecer os benefícios levados a Chapadinha e região pelo governo Flávio Dino”, destacou. O deputado Paulo Neto saiu em defesa de Belezinha afirmando que o vídeo em que ela ataca o governador seria de 90 dias atrás e teria sido requentado pela