Pular para o conteúdo principal

Sobre a polêmica dos mundiais

A FIFA, finalmente, fez justiça.

Nem o Santos de Pelé, nem o Flamengo de Zico, nem o Grêmio de Renato Gaúcho, nem o São Paulo de Telê Santana foram campeões mundiais. Eles tinham futebol para serem, mas não foram por uma questão muito simples: Não havia mundial de clubes!

Não estou dizendo que a Taça Toyota que era disputada pelos campeões da Europa e da América do Sul não fosse importante. Seria ótimo se o Vasco também tivesse sido campeão intercontinental (Valeu, Nasa"!"), mas não é mundial se você não permite que os clubes de todo o mundo joguem.

E daí que os clubes dos outros continentes são muito fracos? Será que se a FIFA organizasse um mundial clubes da forma que faz hoje de 1950 para cá nenhum clube de outro continente teria ganho? Ou pelo menos chegado à final? "Improvável", dirão. O Once Caldas ganhar a Taça Libertadores da América também era, ora. Está questão não é de qualidade de futebol, mas de conceito.

O mundo inteiro pode chamar aquela partida de mundial. Os estadunidenses podem dizer que seus campeonatos nacionais de beisebol e futebol americano são mundiais também. Mas não é!

E verdade seja dita. Se for por questão de nível de futebol podem considerar o campeão da Europa como campeão mundial. O futebol jogado no velho continente está muito a frente de todos os outros e não é um gol do Adriano Gabiru que vai me fazer acreditar que aquele Internacional era melhor que aquele Barcelona.

Mundial de Clubes é o de 2000, vencido pelo Corinthians, e os de 2005 pra cá.

Se a Copa Toyota for mundial de clubes a Copa Rio e o Torneio de Paris também são.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALUIZIO SANTOS FALA SOBRE SUA SAÚDE

O secretário Aluizio Santos concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, apresentado pelo jornalista Luis Carlos Jr. na rádio Cultura de Chapadinha, nesta manhã (10) e tratou do assunto que já estava dominando as rodas de conversa da política local: seu estado de saúde. Segundo o relato, desde o mês de junho ele estava acompanhando o aumento de dois linfonodos na sua virilha e decidiu, com a equipe de médicos que o acompanha em Chapadinha, pela remoção cirúrgica de ambos. O procedimento aconteceu no dia 25 de outubro e desde então ele ficou em repouso. O diagnóstico conclusivo sobre o tratamento de saúde ao qual ele precisará se submeter deverá ser apresentado em 10 dias, mas Aluizio tem voltado às atividades políticas, inclusive às articulações da sua pré-candidatura a deputado estadual. Assista o vídeo da entrevista no final da matéria.   ENTENDA O QUADRO A íngua é o inchaço dos linfonodos, pequenos órgãos do sistema linfático que atuam na defesa do organismo humano prod

BELEZINHA ASFALTOU ATÉ O CAMINHO PARA A REELEIÇÃO

Passada a eleição estadual, o único grupo vencedor em Chapadinha foi o que já ocupa a Prefeitura. O resto se dividiu entre sobreviventes, humilhados e aposentados. Após ter sido a candidata a deputada estadual mais votada da história do município em 2018, com 12.403 votos, Belezinha alargou o recorde com os 18.548 votos de Aluizio Santos, elegendo-o para o cargo e vendo os adversários absolutamente perdidos. Se na eleição anterior os demais grupos se dividiram em 8 candidaturas acima da faixa de 500 votos, somando 17.752, desta vez foram 11 candidaturas e apenas 15.109 votos. A pulverização e o desempenho fraco já demonstram que a oposição teria dificuldade de derrotar a prefeita mesmo se conseguisse uma improvável união para 2024. Entre os derrotados da eleição destacam-se os ex-prefeitos. Dr. Magno Bacelar passou pelo segundo constrangimento seguido (e desnecessário) sem conseguir mais do que 679 votos para Adriano Sarney e Isaías Fortes, que ficou aquém do prometido a Davi Bra

DE CORPO PRESENTE: FLÁVIO DINO REBATE BELEZINHA SOBRE INVESTIMENTO EM SAÚDE E AINDA QUER ASSUMIR A UPA

Durante cerimônia de inauguração de asfalto aplicado no município com emendas da deputada Dra. Thaiza, o governador Flávio Dino respondeu os ataques que a prefeita Belezinha fez contra ele no início da semana. A gestora havia afirmado em pronunciamento oficial que ainda não teve ajuda do governo do estado para cuidar da Saúde em Chapadinha nos seus primeiros meses de administração. Relembre: No seu discurso, a deputada Thaiza já havia criticado a gestão municipal por Chapadinha ter tido o maior número de óbitos por Covid no estado, mas Belezinha tentou evitar polêmica. Tigrona na internet, ela virou tchuchuca na frente do governador falando até em parcerias do estado com o município através do vice-governador Carlos Brandão. Veja: Flávio Dino estranhou a diferença de comportamento do mundo virtual para o mundo real. “Há pessoas que se transformam na internet. Elas na nossa frente são pessoas de bom senso, mas quando chegam na internet se transformam e se danam a mentir”: Mais a